Mais 15 pessoas são confirmadas com gripe aviária na China

Ouvir /

País notificou à Organização Mundial da Saúde sobre os casos, sendo que um paciente de 81 anos morreu; vírus H7N9 encontrado em pessoas que tiveram contato com aves vivas.

Pacientes tiveram contato com aves. Foto: Banco Mundial

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

A Organização Mundial da Saúde, OMS, recebeu da China uma notificação sobre 15 novos casos do vírus H7N9 em humanos, incluindo uma morte. Os pacientes com gripe aviária estão em várias províncias do país, como Pequim, Guangdong e Jiangsu.

Um homem de 81 anos da cidade de Fuzhou ficou doente no dia 30 de janeiro e foi internado no hospital três dias depois. A família do paciente pediu sua alta em  6 de fevereiro e o homem morreu em casa no mesmo dia.

Galinhas

Segundo a OMS, ele teve contato com aves vivas, assim como a maioria das pessoas que têm o H7N9. Os outros pacientes com gripe aviária estão em condições críticas ou severas.

O único caso moderado da doença é em um menino de cinco anos, que teve contato com uma mulher também confirmada com o vírus. Mas até o momento, a agência da ONU diz não haver evidências sobre a transmissão entre humanos.

Para quem viaja a países com surtos de gripe aviária, a OMS recomenda evitar visitas a sítios ou fazendas com criações de aves e contato com aves vivas em mercados, como galinhas. Os viajantes devem sempre lavar suas mãos com água e sabão e manter boas práticas de higiene durante o preparo de comidas.

Até o momento, a  OMS não indica nenhuma restrição de viagem ou de comércio.

 

 

 

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 19 DE JANEIRO DE 2018
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 19 DE JANEIRO DE 2018
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

janeiro 2018
S T Q Q S S D
« dez    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031