Adotada resolução contra financiamento do terrorismo

Ouvir /

Conselho de Segurança relembra obrigação dos países em prevenir sequestros por grupos terroristas; documento destaca que terroristas não devem se beneficiar do pagamento de resgate ou concessões políticas.

Conselho de Segurança. Foto: ONU/Paulo Filgueiras

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O Conselho de Segurança adotou esta segunda-feira uma resolução sobre o financiamento do terrorismo. O documento reafirma que atos terroristas "são contra os princípios das Nações Unidas" e assim, os países devem "prevenir qualquer financiamento a grupos terroristas, incluindo o fornecimento de armas".

Outro ponto principal da resolução tem a ver com casos de sequestros realizados por terroristas. O Conselho de Segurança pede a todos os Estados-membros da ONU que garantam a libertação segura de reféns, sem que haja pagamento de resgate ou concessões políticas aos autores dos sequestros.

Setor Privado

A resolução nota que o pagamento de resgate é uma das fontes de renda dos terroristas, o que reforça sua capacidade operacional de organizar e realizar ataques.

O Conselho quer ainda que todos os países incentivem o setor privado a adotar essas medidas de prevenção e que também respondam a casos de sequestro sem pagar resgate.

De acordo com a resolução, os Estados-membros devem cooperar e participar do diálogo com todos os órgãos anti-terroristas da ONU, para que melhorem sua capacidade de conter o financiamento de ações de terrorismo.

O texto do Conselho de Segurança volta a lembrar que atos terroristas estão entre as mais sérias ameaças à paz e à segurança internacionais, além de serem ações criminosas e injustificáveis.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 23 DE OUTUBRO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 23 DE OUTUBRO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

outubro 2014
S T Q Q S S D
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031