Unicef condena bombardeio que matou pelo menos 14 crianças na Síria

Ouvir /

Em nota, diretora regional do Fundo para Oriente Médio e Norte da África disse que é absolutamente inaceitável que menores sejam alvejados desta forma no conflito.

Criança síria. Foto: Acnur

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O Fundo das Nações para a Infância, Unicef, condenou um bombardeio na cidade síria de Alepo, no norte do país. Entre 14 e 28 crianças podem ter morrido na ação.

Segundo agências de notícias, o ataque aéreo foi realizado pelo governo sírio no domingo. O número total de vítimas pode ser de mais de 70 pessoas.

Bombas Improvisadas

Em nota, a diretora-regional do Unicef para o Oriente Médio e no Norte da África, Maria Calivis, afirmou que é "absolutamente inaceitável" alvejar crianças desta forma.

As bombas artesanais foram lançadas de helicópteros contra áreas habitadas por rebeldes sírios.

Testemunhas contaram que os cilindros repletos de explosivos e barris com petróleo foram jogados em algumas cidades como Sakhur, e Haydariya.

O Unicef lembrou que tem pedido, repetidamente, a todas as partes envolvidas no conflito sírio que respeitem as leis internacionais e que protejam os civis.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 31 DE JULHO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 31 DE JULHO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

julho 2014
S T Q Q S S D
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031