ONU lança apelo recorde de US$ 6,5 bilhões para vítimas da guerra na Síria

Ouvir /

Chefe de Assistência Humanitária, Valerie Amos, disse que população civil tem sensação de que foi "esquecida" pela comunidade internacional; iniciativa integra apoio global de US$ 13 bilhões para atender 52 milhões de pessoas.

Conferência de Imprensa em Genebra: lançamento do Apelo Global para 2014. Foto: ONU/Violaine Martin

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

As Nações Unidas lançaram, nesta segunda-feira, um apelo de ajuda humanitária de US$ 6,5 bilhões, o equivalente a mais de R$ 15 bilhões, para a Síria. É o maior apelo já feito para uma crise específica.

A quantia representa a metade do Apelo Global no valor de US$ 13 bilhões. Ao todo, devem ser assistidas 52 milhões de pessoas em vários países, incluindo a Somália, o Afeganistão, o Sudão e Sudão do Sul, entre outros. A ajuda também será destinada às vítimas do tufão Haiyan, nas Filipinas.

Grande Fluxo

No caso da Síria, pelos cálculos da ONU, cerca de 75% da população irá precisar de ajuda até o fim do próximo ano.

O apelo foi lançado, nesta segunda-feira, em Genebra, pelo alto comissário para refugiados, António Guterres, e pelo Escritório de Assistência Humanitária, Ocha.

A chefe do Ocha, Valerie Amos, contou que mais de 500 organizações humanitárias participaram do plano. A maioria composta de ONGs nacionais e internacionais.

As duas agências da ONU calculam que, em 2014, haverá um grande fluxo de migrantes sírios. No momento, mais de 2,3 milhões de sírios fugiram da violência, a maioria está vivendo em países vizinhos.

Estabilidade Global

O alto comissário da ONU, António Guterres, falou sobre o que considera um perigo para a estabilidade global de uma série de crises ocorrendo ao mesmo tempo.

Guterres lembrou que o mundo vive hoje a maior onda de deslocamentos forçados desde o genocídio de Ruanda, em 1994. Segundo ele, esta crise é a mais perigosa para a paz e a segurança desde a Segunda Guerra Mundial.

Solução Política

O Acnur calcula que o número de refugiados sírios ultrapasse a marca de 4 milhões até o fim de 2014.

O apelo humanitário das Nações Unidas se baseia em projeções de uma piora da situação para os países vizinhos e também dentro da própria Síria. Cerca de US$ 2,3 bilhões serão destinados a ações de resposta para os sírios que vivem no país.

António Guterres lembrou que a guerra civil na Síria está causando um impacto dramático para a economia e para a sociedade, além da segurança.

Já a chefe do Escritório de Assistência Humanitária voltou a realçar a importância da busca de uma solução política para o conflito.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 17 DE ABRIL DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 17 DE ABRIL DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

abril 2014
S T Q Q S S D
« mar    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930