Ex-presidente de Portugal lidera ação de ajuda a estudantes sírios

Ouvir /

Jorge Sampaio, ex-representante da ONU para a Aliança das Civilizações diz que iniciativa já conseguiu angariar 900 vagas em universidades da Europa e do Oriente Médio para refugiados sírios que tiveram estudos interrompidos por causa da guerra.

Jorge Sampaio Foto: ONU/Ryan Brown

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O ex-presidente de Portugal, Jorge Sampaio, lançou uma iniciativa para ajudar refugiados sírios a continuar seus estudos fora do país.

Segundo Sampaio, a iniciativa já conseguiu assegurar 900 vagas universitárias para sírios que tenham tido sua vida acadêmica interrompida por causa da guerra civil.

Adesão 

O projeto para as bolsas de emergência conta ainda com o co-patrocínio da Organização Internacional para Migrações, OIM, que trabalha em parceria com a ONU.

Batizada de "Apoio de Emergência para Estudantes da Síria, Compromisso para Ação", a iniciativa já recebeu a adesão de Universidades no Egito, no Líbano, na Turquia, no Iraque e em Portugal.

O ex-presidente Jorge Sampaio explicou à Rádio ONU, de Lisboa, como o projeto vai funcionar na prática.

"Nós montamos uma plataforma com vários parceiros internacionais: o American International Institute of Education, o Conselho da Europa, a IOM, a Liga dos Estados Árabes, para suscitar juntos a estabelecimentos de ensino, bolsas para estudantes refugiados sírios. Houve uma surpreendente adesão das universidades e dos institutos politécnicos desses países que eu mencionei (Egito, Turquia, Líbano, Iraque e Portugal.)"

Jorge Sampaio contou que houve mais de 2 mil candidaturas de estudantes sírios para as bolsas.

Brasil

O ex-presidente diz que os primeiros estudante sírios deverão chegar a Portugal já em janeiro. Segundo ele, o Brasil também está interessado em participar da concessão de bolsas de emergência a refugiados sírios.

"O Brasil está interessado também em fazê-lo. E isso a partir de janeiro, poderá concretizar-se também no Brasil. E o Brasil terá dada à componente na sua população de pessoas com origem síria, poderá ser um elemento muito significativo nesse momento. Vamos ver. Há (algumas conversações) em curso com o Itamaraty, vamos ver como elas se desenvolvem agora em janeiro."

Jorge Sampaio deixou o cargo de alto representante da Aliança das Civilizações no ano passado. Ele também foi o enviado especial da ONU para o combate à tuberculose.

Sampaio foi presidente de Portugal de 1996 a 2006.

Acompanhe também a série “Nova Missão:  Servir a Humanidade”, onde pode ouvir depoimentos de Jorge Sampaio, e de outros  ex-presidentes dos países de língua portuguesa. Ouça aqui o primeiro capítulo.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 25 DE JULHO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 25 DE JULHO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

julho 2014
S T Q Q S S D
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031