Ban e Conselho de Segurança condenam atentado no Líbano

Ouvir /

Ataque com carro-bomba em Beirute matou pelo menos seis pessoas, inclusive o ex-ministro de governo, Mohamed Chatah; Secretário-Geral afirmou que atos de terrorismo ameaçam a estabilidade e a união nacional.

Ban Ki-moon

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon e o Conselho de Segurança condenaram nos mais fortes termos, esta sexta-feira, um atentado com carro-bomba no Líbano.

O ataque em Beirute, a capital, matou pelo menos seis pessoas, inclusive o ex-ministro das Finanças e ex-conselheiro de Política Exterior, Mohamed Chatah. Muitos ficaram feridos na ação. 

Ameaça

Ban disse que está perturbado com os constantes atos de terrorismo no Líbano. Segundo ele, esses ataques representam uma séria ameaça à estabilidade e à união nacional.

Ele elogiou os esforços das autoridades libanesas para lidar com os desafios de segurança e para proteger o país dos impactos causados pela crise na Síria.

O Secretário-Geral pediu moderação a todas as partes no Líbano e apoio às instituições do Estado, particularmente às forças de segurança.

Justiça

Ban afirmou que a morte de Chatah representa uma grande perda para o país e reiterou a necessidade dos responsáveis pelo ataque serem levados à justiça.

O Conselho de Segurança da ONU também condenou o atentado. Os 15 países membros enviaram pêsames aos parentes e amigos das vítimas e desejos de uma rápida recuperação dos feridos.

O Conselho afirmou que o terrorismo representa uma das mais sérias ameaças à paz e à segurança internacionais.

Segundo os integrantes do grupo, qualquer ato desse tipo é criminoso e injustificável, independentemente de sua motivação.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 17 DE ABRIL DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 17 DE ABRIL DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

abril 2014
S T Q Q S S D
« mar    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930