Acnur diz que refugiadas sírias têm papel fundamental no futuro do país

Ouvir /

Declaração partiu de diretor de proteção internacional da agência durante evento em Londres sobre situação dos sírios que fogem da guerra.

Refugiadas sírias no Líbano. Foto: Acnur/S. Baldwin

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

Uma conferência sobre os direitos das mulheres em países árabes, realizada em Londres na quarta-feira, destacou o papel das refugiadas sírias no futuro da região.

Um dos participantes, o chefe de proteção internacional do Alto Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur, falou do empenho das mulheres sírias.

Horrores

Volker Tuerk que visitou acampamentos nos países vizinhos contou que apesar dos abusos e dos horrores da guerra, as mulheres que fogem do conflito civil na Síria estão determinadas a construir um futuro positivo para a nação árabe.

A guerra civil já matou mais de 100 mil pessoas desde o início dos combates em março de 2011.

Segundo Tuerk, mais de 80% dos 2,2 milhões de refugiados sírios são mulheres e crianças.

Ele lembrou o caso de uma professora que perdeu o marido e tinha que sustentar três filhos fazendo e vendendo velas num shopping abandonado do Líbano.

Participaram do evento em Londres, mulheres do Egito, da Tunísia e da Síria. Elas pediram o fim da discriminação como também mais proteção dos direitos humanos.

Uma das preocupações do Acnur é com a violência de gênero e também com casos de casamentos precoces que colocam em risco as meninas refugiadas.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 21 DE NOVEMBRO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 21 DE NOVEMBRO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

novembro 2014
S T Q Q S S D
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930