ONU condena ataques racistas à ministra da Justiça da França

Ouvir /

Semanário francês Minute estampou foto de Christiane Taubira na capa comparando a política a um macaco; publicação nega racismo e diz que só usou "duas figuras de linguagem para expressar felicidade."

Christiane Taubira Foto: Governo da França

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O Alto Comissariado de Direitos Humanos das Nações Unidas condenou uma série de ataques racistas que estão ocorrendo na França contra uma das ministras do governo de François Hollande.

No último incidente, o semanário "Minute", considerado de extrema direita, estampou em sua capa a foto da ministra da Justiça, Christiane Taubira, com a sentença "astuta como uma macaca, Taubira recupera a banana." A ministra é negra.

Jogo de Palavras

O porta-voz do Alto Comissariado da ONU comentou o incidente.

Rupert Colville disse que o racismo entre linhas no jogo de palavras não deixa dúvidas de que o semanário "Minute" foi preconceituoso. A publicação se defendeu dizendo que usou apenas "de duas expressões francesas coloquiais para afirmar que alguém estava muito feliz."

Este não é o primeiro incidente com conotações racistas envolvendo a ministra da Justiça da França. No mês passado, um candidato da Frente Nacional comparou Taubira a um macaco num documentário de TV.

Crianças

Uma semana depois, na cidade de Angers, vários manifestantes incluindo crianças jogaram cascas de banana em cima da ministra.

Para o Alto Comissariado da ONU, as ofensas abusivas são inaceitáveis e uma manifestação contundente do aumento do racismo, da xenofobia e da intolerância.

Além disso, o porta-voz ressaltou o aumento de casos contra minorias étnicas e religiosas como também contra migrantes, em vários países da Europa.

Jogadores de Futebol

Rupert Colville encerrou o briefing a jornalistas em Genebra elogiando a rápida condenação do incidente racista pelo governo da França e muitos outros políticos do país.

Em julho, as Nações Unidas repudiaram um outro ataque semelhante à ministra da Intregação da Itália, Cécile Kyenge, que foi comparada por um colega no Senado a um orangotango.

Colville disse que todos estes ataques racistas sejam contra políticos, jogadores de futebol ou cidadãos comuns têm de ser condenados.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 28 DE JULHO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 28 DE JULHO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

julho 2014
S T Q Q S S D
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031