Minustah preocupada com recente violência no Haiti

Ouvir /

Força de Paz da ONU pediu aos haitianos que trabalhem para garantir uma sociedade pacífica; chefe da Missão disse que crimes violentos colocam em perigo a segurança de todos.

Soldados brasileiros da Minustah patrulhan ruas do Haiti. Photo: UN/MINUSTAH/Jesús Serrano Redondo

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

A Missão das Forças de Paz da ONU no Haiti, Minustah, está preocupada com a recente onda de violência no país.

O alerta foi feito este sábado pela chefe da Missão, Sandra Honoré. Ela afirmou que os assassinatos cometidos em Cité Soleil, assim como, os incidentes violentos registrados perto de escolas em Cap Haiti, são perturbadores.

Segurança e Paz

Segundo Honoré, esses crimes colocam em risco a segurança e a paz social que o país precisa para avançar no caminho do Estado de Direito e do desenvolvimento econômico.

A Minustah pediu a todos os haitianos, sociedade civil, líderes políticos, religiosos e comunitários que continuem trabalhando pela paz.

A Missão reafirmou seu compromisso de apoio às autoridades, especialmente à polícia nacional, para prevenir a violência e fortalecer as instituições.

No mês passado, o Conselho de Segurança da ONU estendeu o mandato da Minustah no Haiti, até outubro de 2014.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 24 DE NOVEMBRO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 24 DE NOVEMBRO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

novembro 2014
S T Q Q S S D
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930