Cinco mil pessoas fogem por dia de áreas afetadas pelo tufão nas Filipinas

Ouvir /

Sobreviventes do Haiyan estão deixando o distrito de Leyte, um dos mais arrasados pelo ciclone, a caminho da capital Manila e da cidade de Cebu; OIM preocupada com riscos de tráfico humano principamente de crianças.

Ajuda humanitária continua a chegar a Tacloban, nas Filipinas. Foto: Acnur/R. Rocamora

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.*

Duas semanas após o ciclone que atravessou as Filipinas, milhares de pessoas continuam tentando escapar das áreas afetadas.

Nesta sexta-feira, a Organização Internacional para Migrações, OIM, informou que 5 mil filipinos estão fugindo do distrito de Leyte um dos mais arrasados pelo ciclone Haiyan para cidades como Cebu e a capital do país, Manila.

Tráfico Humano

A OIM e o governo das Filipinas estão contando com  ajuda da organização Exército da Salvação para registrar as saídas. O objetivo é evitar o risco de tráfico humano na região incluido tráfico de crianças.

Segundo as agências, os sobreviventes do Haiyan abrigados em centros e evacuação estão tendo dificuldade no acesso a alimentos, água e saneamento, especialmente nos abrigos de Tacloban.

Mais de 15,5 mil pessoas foram acomodadas em 44 centros, mas há vários acampamentos informais ao redor da cidade.

Amigos e Familiares

Nesta sexta-feira, o porta-voz do Acnur informou em Genebra, que a agência está tentando aumentar o número de abrigos nas áreas afetadas.

Babar Baloch disse que o Acnur também está coordenando com o Programa Mundial de Alimentos a entrega de comida para os refugiados que se mudam para os abrigos provisórios.

A OIM informou que mais de mil pessoas da cidade de Tacloban passaram pelo Centro de Migração nos últimos cinco dias. Deste total, quase 80% estão indo para a capital Manila, onde eles contaram ter amigos e familiares.

A agência estima que além dos filipinos que passaram a viver em abrigos e centros de evacuação, cerca de 4 milhões de pessoas estejam vivendo com familiares.

Barco

Os sobreviventes estão fazendo a viagem de ônibus, de barco e até mesmo de avião apesar de o aeroporto de Tacloban ter sido bastante danificado pelo tufão.

Segundo agências de notícias, o número de mortos já seria de cerca de 5 mil. Mas com a limpeza das ruas, estão sendo retirados não só escombros, mas as autoridades estão encontrando mais corpos, o que pode subir ainda mais o número de óbitos pela tragédia.

* Apresentação: Leda Letra

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 19 DE SETEMBRO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 19 DE SETEMBRO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

setembro 2014
S T Q Q S S D
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930