Ban afirma que mudança climática ameaça gerações

Ouvir /

Secretário-Geral fez a declaração na Conferência sobre o Clima, COP 19, na Polônia; ele citou a catástrofe nas Filipinas e disse que as pessoas enfrentam e temem os efeitos do aquecimento do planeta.

Ban Ki-moon na Conferência em Varsóvia. Foto: Pnuma

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU Ban Ki-moon alertou que a mudança climática ameaça a geração atual e futura.

A declaração foi feita, esta terça-feira, em pronunciamento na Conferência sobre o tema, COP 19, que está sendo realizada em Varsóvia, Polônia.

Catástrofe

Ban disse que não é preciso olhar muito longe, a catástrofe nas Filipinas serve de exemplo. Segundo o chefe da ONU, "no mundo todo, as pessoas enfrentam e temem a ira do aquecimento do planeta."

Ele afirmou que a ciência é clara, as atividades humanas são a causa principal da mudança climática e não se pode culpar a natureza. Ban lembrou que as emissões dos gases que causam o efeito estufa continuam aumentando e as consequências são profundas.

Gelo

O Secretário-Geral disse que visitou a Islândia no início do ano, país onde as geleiras estão derretendo no ritmo mais rápido do mundo. Segundo ele, se uma ação urgente não for tomada, a Islândia pode se transformar, em breve, numa terra sem gelo.

Ban disse também que visitou a região de Sahel, na África, e que viu uma mistura perigosa de condições climáticas, incluindo uma seca extrema, que ameaça o desenvolvimento e a segurança da área.

Ele demonstrou profunda preocupação com as ações insuficientes dos países para limitar o aumento da temperatura global a menos de 2º C, comparado com o período pré-industrial.

Oportunidades e Progressos

Do lado positivo, Ban falou sobre oportunidades e progressos em várias frentes.

Ele citou iniciativas como a Coalizão para o Ar Limpo e o Clima, a Aliança Global para Fogões Limpos e a Energia Sustentável que estão ajudando a reduzir as emissões de carbono.

Ban explicou que governos e companhias privadas compreenderam que podem ter ganhos econômicos combatendo a mudança climática e a demanda global por energia renovável está aumentando rapidamente.

O Secretário-Geral afirmou que as Nações Unidas estão engajadas em vários setores para reduzir as emissões de carbono e trabalhando para um clima neutro.

Kyoto

Para isso, Ban pediu que os países, que ainda não o fizeram, que ratifiquem a segunda parte do Tratado de Kyoto, acordado na reunião de Doha.

Ele quer que os governos aumentem os financiamentos para o Fundo do Clima e pediu também a criação de uma agenda de ação para enfrentar os desafios do clima para formar a base do acordo de 2015.

Ban Ki-moon convidou todos os chefes de Estado e de governo para a Conferência Climática que acontecerá no ano que vem, na sede da ONU, em Nova York. A reunião vai começar em 23 de setembro, um dia antes da abertura da Assembleia Geral.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 24 DE JULHO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 24 DE JULHO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

julho 2014
S T Q Q S S D
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031