Apelo da ONU para as Filipinas sobe para US$ 348 milhões

Ouvir /

Dinheiro é necessário para ajuda de emergência a mais de 13 milhões de pessoas afetadas pelo tufão Hayian; coordenadora humanitária da ONU diz que "um desastre de grandes proporções precisa de uma resposta maciça."

Valeries Amos retornou das Filipinas

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

As Nações Unidas aumentaram para US$ 348 milhões o apelo feito para as vítimas do tufão Hayian, que atingiu as Filipinas há duas semanas. O valor é 16% maior do que o pedido anterior feito à comunidade internacional.

Segundo a ONU, o tufão afetou mais de 13 milhões de pessoas e o governo filipino confirma mais de 5,2 mil mortes. A coordenadora humanitária da ONU anunciou esta sexta-feira o novo apelo. Valerie Amos afirmou que "um desastre de grandes proporções pede uma resposta maciça."

Prioridades

Amos acaba de chegar a Nova York, após visitar pela segunda vez as áreas atingidas pelo tufão, considerado um dos maiores da história. A chefe de ajuda humanitária cita que as prioridades da população são comida, água potável e abrigo.

De acordo com Amos, os desafios de logística são enormes, com muitas estradas bloqueadas, falta de combustível, de transportes, de água e de eletricidade. Ela relata ainda que 1,5 milhão de crianças correm o risco de desnutrição e muitas famílias que perderam suas casas vão precisar de ajuda de longo prazo para reconstruir suas moradias.

Até o momento, a ONU conseguiu US$ 134 milhões, ou quase 40% do apelo.

 

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 16 DE SETEMBRO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 16 DE SETEMBRO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

setembro 2014
S T Q Q S S D
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930