Timor-Leste reitera apoio para solução democrática na Guiné-Bissau

Ouvir /

Em discurso na Assembleia Geral, presidente Taur Matan Ruak também falou da violência na Síria e diz que seu país conhece bem os efeitos da guerra.

Taur Matan Ruak. Foto: Presidência da República de Timor-Leste

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O presidente do Timor-Leste declarou que seu país está apoiando os esforços para uma solução democrática na Guiné-Bissau.

Taur Matan Ruak fez a declaração durante seu primeiro discurso na Assembleia Geral da ONU desde que foi eleito.

Consolidação da Paz

O presidente timorense elogiou o trabalho de consolidação da paz na Guiné, que é dirigido pelo Prêmio Nobel da Paz e antecessor dele na presidência timorense, José Ramos Horta.

"Os problemas da Guiné-Bissau têm solução. Timor-Leste continuará a apoiar o esforço paciente do povo guineense e da comunidade internacional no sentido de intensificar o diálogo e reconciliação entre os guineenses e promover uma solução democrática num prazo adequado."

Taur Matan Ruak mencionou ainda a situação da violência na Síria e disse que seu país conhece bem os efeitos da guerra. Ele defendeu também uma saída diplomática para o conflito sírio que já matou mais de 100 mil pessoas.

Países Emergentes

Ao falar sobre o Conselho de Segurança, o  presidente timorense disse ainda que o Timor-Leste apoia a candidatura da Nova Zelândia a um assento rotativo no Conselho de Segurança para o biênio 2014-2015.

Ao defender a reforma do órgão da ONU, Taur Matan Ruak disse que países médios e pequenos precisam participar do Conselho assim como as nações emergentes.

"O Conselho de Segurança tem de aperfeiçoar a respectiva capacidade de resposta e ajustar a sua composição por forma a refletirem a realidade do século 21. Novas potências com a Índia, a Indonésia e o Brasil, entre outras, devem passar a integrar os membros permanentes do Conselho de Segurança."

Ao encerrar o discurso, Taur Matan Ruak resumiu ainda os progressos do Timor-Leste no contexto dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio na área de saúde materna e educação.

O Timor-Leste foi o o terceiro país de língua portuguesa a discursar na ONU. A Guiné-Bissau será o próximo na tarde desta quinta-feira.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 25 DE NOVEMBRO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 25 DE NOVEMBRO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

novembro 2014
S T Q Q S S D
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930