Timor Leste afirma que estradas ruins são um dos maiores desafios do país

Ouvir /

Ministra das finanças timorense disse ainda que países precisam de paz e instituições efetivas para atingir os ODMs; Emília Pires é também membro do Conselho que prepara a agenda de desenvolvimento pós-2015 da ONU.

Emilia Pires. Foto: ONU/Mark Garten

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

A ministra das Finanças do Timor Leste, Emília Pires, afirmou que um dos maiores desafios que o país enfrenta são as estradas, que dificultam o acesso entre as cidades e as áreas rurais.

Pires fez a declaração em entrevista à Rádio ONU, durante os trabalhos da 68ª Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova York.

Avanços

A ministra comentou também sobre os avanços conquistados até agora no país.

"Já resolvemos o assunto da eletricidade. Durante esses dois ou três anos eletrificamos todo o país. Portanto, a maioria das famílias agora já têm eletricidade 24 horas por dia. Estamos agora trabalhando na água, para ver que todos tenham acesso à água limpa, potável, assim como estamos a focar muito nas estradas. Ao mesmo tempo estamos a trabalhar em construir um novo porto. Então estamos a criar uma infraestrutura básica."

Pires falou também sobre a necessidade de melhorar a capacidade de recursos humanos. Ela disse que muitos timorenses estão estudando fora do país e voltarão para ajudar no serviço público.

Ela citou que o país enviou 800 jovens para estudar medicina e outras áreas de saúde em Cuba. Com a volta desse grupo, foi possível colocar um médico por cada vilarejo.

Condições

A ministra das Finanças afirmou que para se atingir os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio os países precisam de paz e de instituições sólidas.

"Para atingirmos as metas do milênio temos que, pelo menos, ter condições para isto. E as condições incluem paz e incluem também instituições, que são efetivas, que respondem às necessidades do povo. Sem isto, os países não vão poder conseguir atingir estas metas."

Ela afirmou que esta mensagem já está incluída no relatório do Painel de Alto Nível da agenda de Desenvolvimento pós-2015 do Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon.

Experiência

Pires disse que passou para o painel sua experiência com o Timor Leste. Ela afirmou que o desenvolvimento econômico do país está indo bem.

"O Timor Leste, economicamente, está a andar bem no sentido de termos tido um crescimento alto e termos tido paz durante já quase seis anos. Agora estamos na discussão de assegurar que este crescimento seja inclusivo, que afete todo o país".

A ministra explicou que a primeira fase foi de injetar dinheiro na economia para que ela movesse e neste momento o objetivo é focar na qualidade e na forma inclusiva do processo para que todos se beneficiem.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 24 DE JULHO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 24 DE JULHO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

julho 2014
S T Q Q S S D
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031