Para especialista do Ibge, programa Google Earth popularizou a geociência

Ouvir /

João Bosco Azevedo disse que a ferramenta tornou o trabalho dos cientistas "mais claro" para a população; a infraestrutura dos dados geospaciais nas Américas foi tema de uma connferência da ONU em agosto.

 

Território brasileiro, imagem Google.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

As imagens de satélite do programa Google Earth ajudaram a popularizar o trabalho dos geocientistas em todo o mundo. A opinião é do diretor de Geociência do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, Ibge.

Nesta entrevista à Rádio ONU, João Bosco Azevedo, contou que o Ibge trabalha com mapeamento de regiões há nove décadas, mas que a procura por dados da geociência começou a despertar ainda mais interesse após a popularização do programa pelo Google.

Sociedade

"O Google foi uma grande ferramenta de propaganda da geoinformação. Ele fez a geoinformação chegar muito mais fácil de forma amigável para a sociedade como um todo. E a sociedade despertou para a necessidade de usar essa geoinformação. O Ibge, desde 1937, trabalha com as questões de mapeamento, e aí efetivamente quando se precisa de dados oficiais para o país, sabe-se que a gente tem um instituto que pode prover estes dados. Então, a chegada do Google (Earth) foi um grande benefício para popularizar esta informação."

O diretor de geociência do Ibge, João Bosco Azevedo, esteve em Nova York para participar da eleição dos novos membros da Comissão Permanente das Nações Unidas para Dados Geoespaciais e Infraestrutura das Américas, Cp-Idea.

No último dia 23, ele foi eleito vogal da nova diretoria do grupo que está sendo agora liderado pelo México, após vários anos de presidência brasileira.

Além do México foram eleitos Canadá, Jamaica, El Salvador e Chile, que deve ocupar a vice-presidência do grupo.

A Conferência Regional da ONU para as Américas promove um debate sobre problemas e experiências nas áreas de mapeamento e vigilância, cartografia, hidrografia e sistemas de informação geoespaciais e terrestres.

O evento regional das Nações Unidas sobre dados geoespaciais ocorre a cada quatro anos.

 

 

 

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 28 DE JULHO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 28 DE JULHO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

julho 2014
S T Q Q S S D
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031