ONU comemora aniversário da Iniciativa Educação em Primeiro Lugar

Ouvir /

Secretário-Geral faz balanço do primeiro ano do projeto, que busca garantir educação de qualidade a todas as crianças do mundo; ministro da Educação do Brasil ressalta igualdade de gênero nas escolas.

Malala Yousafzai no evento comemorativo do primeiro aniversário da Iniciativa Educação em Primeiro Lugar, na ONU. Foto:ONU/Amanda Voisard

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

No dia em que comemora o primeiro aniversário da Iniciativa Educação em Primeiro Lugar, as Nações Unidas estão pedindo mais liderança e financiamento para o setor.

Segundo a organização, no mundo todo, 57 milhões de crianças estão fora das salas de aula. A meta da iniciativa é colocar todas as crianças na escola; melhorar a qualidade do aprendizado e promover a cidadania global.

Investimento Futuro

No evento comemorativo, na sede da ONU, em Nova York, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, lembrou que a educação é um investimento essencial para o futuro.

Ban afirmou que mães que tiveram acesso à educação têm mais chances de sobreviver ao nascimento dos seus filhos. E que se todas as meninas frequentassem a escola primária, poderiam ser salvas, por ano, 189 mil mulheres.

O Secretário-Geral citou a guerra civil na Síria, que segundo ele, prejudicou a educação de 2 milhões de crianças. Ban Ki-moon relembrou ainda que teve uma infância pobre na Coreia do Sul e que deve tudo o que conquistou à educação.

Igualdade de Gênero

O ministro da Educação do Brasil acompanha o evento na sede da ONU. Em entrevista à Rádio ONU, Aloizio Mercadante destacou a importância da igualdade de gênero na educação.

"Quem estuda, escolhe o que vai ser, num país como o Brasil hoje. Quem não estuda é escolhido ou não. E no Brasil, felizmente nós nunca tivemos discriminação de sexo na escola. As mulheres hoje têm a maioria das matrículas no ensino fundamental, na universidade, na pós-graduação e no Enem, nos temos 7,2 milhões de inscritos de acesso à universidade e as mulheres são maioria. A escolaridade melhora a nutrição, melhora a parte de higiene, melhora as oportunidades de trabalho, melhora a cidadania."

O ministro Mercadante afirma que o Brasil está contribuindo com a Iniciativa Educação em Primeiro Lugar com a construção de 9 mil creches. Deste total, 6 mil ficarão prontas até o fim do próximo ano.

Mais Livros

A adolescente paquistanesa Malala Yousafzai também participou do evento em Nova York.

Malala fez um apelo aos líderes mundias, pedindo que ao invés de enviarem armas e tanques para países que já sofrem com o terrorismo, como o Afeganistão, sejam enviados livros.

Há cerca de um ano, a estudante foi baleada na cabeça, enquanto seguia para sua casa na saída da escola, em um ataque de autoria do grupo Talebã.

O aniversário da Iniciativa Educação em Primeiro Lugar contou também com a presença do enviado especial da ONU para Educação Global, Gordon Brown; da diretora-geral da Unesco, Irina Bokova e do arcebispo emérito e ganhador do Prêmio Nobel da Paz, Desmond Tutu.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 31 DE OUTUBRO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 31 DE OUTUBRO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

outubro 2014
S T Q Q S S D
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031