ONU homenageia Sérgio Vieira de Mello no Dia Mundial da Ação Humanitária

Ouvir /

Secretário-Geral afirmou que o brasileiro era um defensor dos valores e da missão da ONU; Ban disse que Vieira de Mello tocou a vida de todos os que o conheceram e ajudou milhões de pobres e necessitados em seus anos de serviço com as Nações Unidas. 

Sérgio Vieira de Mello Foto: ONU

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

A ONU presta uma homenagem especial a Sérgio Vieira de Mello para marcar o Dia Mundial da Ação Humanitária, esta segunda-feira, 19.

O Secretário-Geral, Ban Ki-moon afirmou que nesse dia, as Nações Unidas honram os funcionários de ajuda humanitária que perderam a vida trabalhando pela causa.

10 anos

Ban disse que a comemoração marca o aniversário de 10 anos do ataque à sede da ONU em Bagdá, no Iraque, que matou o representante especial Sérgio Vieira de Mello e 21 outros funcionários da ONU.

O Secretário-Geral afirmou que a tragédia serviu de inspiração para o Dia de hoje.

Ban Ki-moon declarou que Sérgio Vieira de Mello era um defensor dos valores e da missão das Nações Unidas. Segundo ele, o brasileiro tocou a vida de todos os que o conheceram e ajudou milhões de pessoas pobres e vulneráveis durante os seus anos de serviço em vários continentes.

Ban disse ainda que a morte de Vieira de Mello foi uma grande perda para a ONU, mas seu legado motivou muitas pessoas a buscar o trabalho humanitário.

Saudação Especial

O Secretário-Geral enviou uma saudação especial às pessoas reunidas no Rio de Janeiro para uma homenagem a Sérgio Vieira de Mello.

Ele disse que ficou feliz em saber que Sérgio também estava sendo homenageado por muitos de seus admiradores e amigos das Nações Unidas.

Está sendo realizado no Rio, o seminário "10 Anos sem Sérgio Vieira de Mello".

Segundo Ban, o brasileiro passou toda sua vida adulta trabalhando para a ONU em regiões remotas e perigosas. Mas ele sempre se manteve ligado ao seu país e a sua cidade.

Brasileiros na ONU

O Secretário-Geral prestou mais uma homenagem ao Brasil, ao dizer que outros brasileiros também perderam a vida ajudando a ONU a enfrentar crises, conflitos e desastres.

Ban lembrou do vice-representante especial para o Haiti, Luiz Carlos da Costa, e dos 19 soldados brasileiros das tropas de paz das Nações Unidas, que morreram no terremoto que devastou a ilha em 2010.

Ele afirmou que a participação ativa dos brasileiros para enfrentar os desafios é a melhor forma de se homenagear os herois e os colegas lembrados nesta segunda-feira.

Trabalho de Equipe

O Secretário-Geral afirmou que o Dia Mundial da Ação Humanitária, está perguntando as pessoas sobre o quê o mundo precisa mais nesse momento?

Na sua opinião, Ban disse que o mundo precisa de "trabalho de equipe". Ele explicou que numa época de desafios globais, os povos e os países precisam trabalhar juntos pela paz, pela justiça, pela dignidade e pelo desenvolvimento.

Segundo o chefe da ONU, este é o espírito humanitário.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 21 DE NOVEMBRO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 21 DE NOVEMBRO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

novembro 2014
S T Q Q S S D
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930