OMS diz que Bolsa Família reduziu número de mortes de crianças

Ouvir /

Declaração faz parte do Relatório Mundial da Saúde 2013 divulgado pela organização; documento tem como foco a pesquisa médica para cobertura universal de saúde.

Relatório Mundial da Saúde 2013.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Relatório Mundial da Saúde 2013 afirmou que o programa brasileiro Bolsa Família ajudou a reduzir o número de mortes de crianças menores de cinco anos.

O documento, preparado pela Organização Mundial da Saúde, tem como foco, este ano, a cobertura universal de saúde. Segundo a diretora-geral da OMS, Margaret Chan, esse é o mais importante conceito que o serviço de saúde pública tem a oferecer.

Cobertura Universal

Chan afirmou que a cobertura universal é a melhor forma de se solidificar os ganhos no setor da saúde registrados na última década. Para ela, o sistema representa um poderoso equalizador social e a mais alta expressão de justiça.

O relatório mostrou como os países, quando criam um sistema para cobertura universal de saúde, podem usar as pesquisas para determinar que tipos de problemas devem ser combatidos.

Além disso, os governos podem avaliar como deve ser a estrutura do sistema e como medir o progresso de acordo com cada situação específica. A OMS afirma que o investimento em pesquisas tem aumentado, em média, 5% anualmente em países de baixa e média rendas.

Brasil

O documento diz que essa tendência é mais visível em economias emergentes, como é o caso do Brasil, da China e da Índia. Nações, que segundo o documento, abraçaram a causa da cobertura universal de saúde.

O Relatório Mundial da OMS cita ainda o aumento da participação do Brasil na publicação de pesquisas médicas. A China lidera o grupo. Entre 2000 e 2010, as pesquisas feitas por chineses passaram de 5% para 13% do total.

Outro ponto de destaque da publicação da OMS fala sobre o treinamento. No Brasil, médicos, enfermeiros e outros funcionários do setor de saúde que foram treinados, conseguiram mais êxito na identificação da doença.

O índice de acerto no caso brasileiro variou entre 58 e 84% dependendo do tipo de treinamento, longo ou curto.

Profissionais Motivados

A OMS afirma que para ser implementada, a Cobertura Universal de Saúde exige um sistema de saúde sólido e eficiente. Um sistema com disponibilidade de financiamentos, acesso a medicamentos e tecnologias essenciais para os tratamentos e profissionais muito bem treinados e motivados. 

Para atingir esse objetivos, a Organização Mundial da Saúde encoraja os governos e os doadores internacionais a não somente investirem em pesquisas.

Eles devem também apoiar mecanismos para o compartilhamento de informação e dados, fortalecer as instituições e os programas de treinamento e, finalmente, acompanhar de perto o progresso que está sendo registrado e compará-lo às metas estabelecidas para se alcançar o objetivo final.

 

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 24 DE OUTUBRO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 24 DE OUTUBRO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

outubro 2014
S T Q Q S S D
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031