Entrevista: Sofia Castelo

Ouvir /

Arquiteta-paisagista Sofia Castelo.

Arquiteta-paisagista de Portugal é uma dos 12 finalistas do concurso das Nações Unidas para a construção de um monumento permanente em memória das vítimas da escravidão e do tráfico transatlântico de escravos.

Única candidata de língua portuguesa, Sofia Castelo falou à Rádio ONU sobre sua proposta batizada de “Middle Passage” e que traz duas paredes escuras, lado a lado, com uma passagem no meio.

Os outros 11 candidatos são da Colômbia, da China, dos Estados Unidos, da Finlândia, da França, da Grã-Bretanha, Itália e Romênia.

A arquiteta portuguesa explicou que o nome do projeto foi escolhido também em homenagem às próprias vítimas do tráfico de escravos, uma vez que elas mesmas chamavam a travessia pelo oceano de “middle passage”.

Mas para Sofia Castelo, esta não é única razão: “Eu quis mostrar que não foi só um país que teve responsabilidade, mas todo mundo tem, todos os países do mundo.”

A candidata portuguesa, que trabalha em Xangai, na China, desde o ano passado, lembrou que ao pesquisar o tema para construir a maquete do projeto, ela se deparou também com sua própria história. Sofia Castelo explicou que terminou por  entender que Portugal teve um papel “diferente” no comércio com escravos, do que aquele aprendido nas escolas portuguesas nas quais estudou quando criança.

Acompanhe a conversa com Mônica Villela Grayley.

Tempo total: 4’36″

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 23 DE ABRIL DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 23 DE ABRIL DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

abril 2014
S T Q Q S S D
« mar    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930