Ban quer que Síria autorize entrada de inspetores em local de ataque químico

Ouvir /

Nações Unidas fizeram pedido formal ao governo sírio para examinar o local do último incidente; alta comissária dos Direitos Humanos quer investigação de carácter urgente.

Ban Ki-moon

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral Ban Ki-moon quer que a Síria dê autorização para que a missão da ONU que está no país possa investigar as novas alegações de uso de armas químicas feitas nesta quarta-feira.

Um pedido formal sobre o assunto está sendo enviado pelas Nações Unidas ao governo sírio. Ele espera uma resposta positiva sem demora de Damasco.

Hostilidades

O porta-voz do Secretário-Geral disse que Ban Ki-moon está profundamente preocupado com a situação e acredita que este último incidente deve ser investigado imediatamente.

Ban pediu que a subsecretária-geral da ONU, Angela Kane, seguisse para Damasco.

O chefe da ONU reiterou o pedido para o fim das hostilidades no país para que a assistência humanitária possa ser entregue.

Investigação 

Em Genebra, a alta comissária dos Direitos Humanos, Navi Pillay, condenou os relatos sobre o assassinato de centenas de sírios, incluindo mulheres e crianças.

Pillay disse que a missão de investigação da ONU comandada por Ake Sellström já está na Síria. Ela pediu ao governo sírio e às forças de oposição que permitam que a equipe examine o local dos alegados ataques sem demora.

A alta comissária afirmou que essas alegações devem ser investigadas em caráter de máxima urgência.

Pillay afirmou que os confrontos entre o governo e a oposição continuam. Ela pediu aos dois lados que suspendam as lutas imediatamente e permitam a entrada da ajuda humanitária e de materiais médicos para evitar mais mortes.

 

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 30 DE JULHO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 30 DE JULHO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

julho 2014
S T Q Q S S D
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031