Alto comissário da ONU pede a países vizinhos para abrir portas a sírios

Ouvir /

Agências humanitárias das Nações Unidas dizem que passagem pela fronteira deve ser facilitada; quase 2 milhões de pessoas fugiram da Síria desde o início da violência em 2011.

António Guterres.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

Duas agências humanitárias da ONU pediram aos países vizinhos da Síria que mantenham suas fronteiras abertas para receber os refugiados que fogem da crescente violência na região.

O alto comissário para refugiados, Antônio Guterres, disse que a Síria pode estar à beira do abismo. Segundo ele, a guerra gerou uma calamidade humanitária "sem paralelo na história recente."

Momento

Guterres afirmou que quando uma guerra "varre uma nação", não há nada mais importante para seu povo do que fronteiras abertas. Quase 2 milhões de sírios fugiram do país desde o início do conflito em 2011.

A diretora-executiva do Programa Mundial de Alimentos, PMA, Ertharin Cousin, declarou que agora é o momento da comunidade internacional se unir para garantir o fim da violência e o início da recuperação.

Cousin alertou ainda que as crianças sírias dependem da assistência mundial não só para atender às necessidades básicas mas também para dar uma esperança de um futuro melhor.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 29 DE AGOSTO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 29 DE AGOSTO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

agosto 2014
S T Q Q S S D
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031