Unaids lança iniciativa para aumentar tratamento contra HIV até 2015

Ouvir /

Objetivo é ajudar países e organizações parceiras com medidas práticas que alcancem cerca de 15 milhões de pessoas nos próximos dois anos.

Foto: FAO

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

As Nações Unidas lançaram, neste fim de semana, um novo programa para aumentar o tratamento com antiretrovirais para quem tem o HIV, o vírus que causa a Aids.

O anúncio ocorreu neste sábado. O objetivo é ampliar o acesso ao coquitel para cerca de 15 milhões de pessoas nos próximos dois anos.

Novas Infecções

A iniciativa, batizada de Tratamento 2015, dá a países e organizações parceiras ideias práticas e inovativas para aumentar a sobrevida dos soropositivos e pretende ajudar a prevenir novas infecções.

O diretor-executivo do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids, Unaids, Michel Sidibé, disse que a meta, se alcançada, será uma marca fundamental. Segundo ele, os países e os parceiros do Unaids precisam de estratégias urgentemente par investir em ações de prevenção e tratamento.

Terapia

O Tratamento 2015 adota as novas diretrizes, divulgadas no mês passado, sobre o uso de antiretrovirais para tratar e prevenir o HIV. As recomendações da Organização Mundial da Saúde sugerem que a terapia para soropositivos comece mais cedo do que o normal.

Pelas novas regras, será possível aumentar o número de pessoas que tomam apenas um pílula por dia em vez de o coquetel.

Segundo o Unaids, cerca de 10 milhões de pessoas com HIV acessaram o tratamento no ano passado. Com a meta de se chegar a 15 milhões nos próximos dois anos, a agência da ONU está tentando dar um impulso para cumprir os Objetivos do Milênio.

Trabalhadores Comunitários

Cerca de 30 países que têm 90% dos pacientes de HIV ainda não recebem os antiretrovirais.

A nova estratégia do Unaids quer expandir o acesso á terapia com base nos três pilares de ampliar o número de testes de HIV, mobilizar recursos e assegurar que cada vez mais pessoas recebam os antiretrovirais.

O teste realizado em comunidades tem sido um sucesso em países como Quênia, Malauí, África do Sul, Uganda, Tanzânia e Gâmbia.

Trabalhadores comunitários conseguiram realizar quase 40% dos testes nesses países.

 

JORNAL DA ONU - 5 MIN, 18 DE JANEIRO DE 2018
JORNAL DA ONU - 5 MIN, 18 DE JANEIRO DE 2018
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

janeiro 2018
S T Q Q S S D
« dez    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031