Para Unicef, ataque contra estudantes na Nigéria é injustificável

Ouvir /

Mais de 20 alunos e um professor morreram durante a ação no sábado em uma escola do estado de Yobe; agência da ONU condena o ataque.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, defende que todas as comunidades condenem as mortes de estudantes em mais um ataque contra uma escola na Nigéria.

Segundo agências de notícias, mais de 20 alunos e um professor foram assassinados na ação ocorrida no sábado, 6, no estado de Yobe, no nordeste do país.

Ataque Deliberado

Ainda de acordo com as agências, existe uma suspeita de que integrantes do grupo islâmico Boko Haram seriam responsáveis pelo ataque, onde  alguns dos estudantes teriam inclusive sido queimados vivos.

As escolas secundárias no estado fecharam até o começo do novo ano letivo, em setembro, para permitir que agentes do governo e líderes comunitários trabalhem para garantir a segurança dos locais.

Justiça

Ao enviar condolências às famílias das vítimas, a agência da ONU afirmou, "nos termos mais fortes, não haver justificativas para ataques deliberados contra crianças e aqueles que olham por elas".

A nota é assinada pelo diretor regional do Unicef para África Ocidental e Central, Manuel Fontaine. A agência pede que os responsáveis pelo ataque sejam levados à justiça.

O Unicef quer ainda que as comunidades demandem que as escolas sejam consideradas lugares seguros.

Segundo a agência, desde 16 de junho, um total de 48 estudantes e sete professores foram assassinados em quatro ataques contra escolas nigerianas.

 

 

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 28 DE JULHO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 28 DE JULHO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

julho 2014
S T Q Q S S D
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Nuvem de tags