Medidas de comércio adotadas pelo Brasil preocupam países da OMC

Ouvir /

Em reunião do Conselho para o Comércio de Bens, União Europeia fala sobre uso de tributação indireta do país para proteger indústrias domésticas; Brasil diz que está tentando racionalizar sistema de impostos.

Sede da OMC

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

Países que fazem parte da Organização Mundial do Comércio, OMC, expressaram preocupação com medidas na área que vem sendo tomadas por países como Brasil, Indonésia, Japão, Nigéria, Rússia e Ucrânia.

A reunião do Conselho para Comércio de Bens ocorreu em Genebra, na quinta-feira. No encontro, a União Europeia destacou preocupação com o uso, pelo Brasil, de tributações indiretas para proteger as indústrias domésticas.

Informações

Outros países que fazem parte da OMC, como Austrália, Canadá, China e Estados Unidos também expressaram preocupações similares. O Japão ressaltou que o assunto já havia sido inclusive levantado em reuniões anteriores da organização.

Por seu lado, a representação do Brasil afirmou que já forneceu informações suficientes sobre seus programas para vários comitês da OMC.

Inovação

Foi destacado que o governo brasileiro estaria tentando racionalizar seu sistema de impostos para promover e desenvolver inovação e proteger o meio ambiente. O Brasil também acrescentou que várias companhias europeias e japonesas foram credenciadas no projeto.

Já os Estados Unidos questionaram ações de comércio tomadas pela Rússia no setor automobilístico e também restrições na Indonésia que afetam a agricultura, energia e o consumo de bens.

Ao lado da União Europeia, os Estados Unidos pediram mais informações sobre medidas tomadas pela Nigéria nos setores de gás e petróleo.

 

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 23 DE SETEMBRO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 23 DE SETEMBRO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

setembro 2014
S T Q Q S S D
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930