Maior campo para refugiados sírios na Jordânia completa um ano

Ouvir /

Cerca de 120 mil civis, a maioria crianças, vive em Zaatari, considerado o segundo maior acampamento do mundo; agências das Nações Unidas fornecem comida e água aos moradores.

Campo de Zaatari. Foto: Acnur

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

O acampamento de Zaatari, na Jordânia, completa seu primeiro aniversário nesta segunda-feira. O local abriga cerca de 120 mil civis que tiveram de deixar a Síria por causa dos conflitos no país.

Segundo o Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, as crianças formam mais da metade do total de refugiados que vive em Zaatari.

Educação

Em entrevista à Rádio ONU, o porta-voz do Unicef na Jordânia explica que um dos desafios é fazer com que os menores frequentem a escola.

Marc Vergara conta que no próximo mês, será lançada uma campanha de volta às aulas, organizada em parceria com as comunidades locais. Segundo o representante do Unicef, 30 mil crianças em Zaatari estão em idade escolar, mas menos da metade está registrada para ir à escola.

Água

Em um ano de existência, o acampamento para refugiados na Jordânia já tornou-se o segundo maior do mundo. O primeiro é o campo de Daadab, no Quênia.

De acordo com o Unicef, além da educação, água e saneamento são os outros desafios em Zaatari. A agência e parceiros fornecem água e comida para os refugiados.

Escolas e hospitais foram construídos no local e o índice de mortalidade materna no acampamento é de quase zero.

Segundo o Alto Comissariado da ONU para Refugiados, mais de 1,5 milhão de pessoas deixaram a Síria e buscaram abrigo em países vizinhos em mais de dois anos de conflitos.

Além da Jordânia, Líbano, Iraque e Turquia são os países que mais recebem refugiados sírios.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 17 DE ABRIL DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 17 DE ABRIL DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

abril 2014
S T Q Q S S D
« mar    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930