Coronavírus não constitui emergência de saúde pública, afirma OMS

Ouvir /

Organização Mundial da Saúde destaca, entretanto, que situação da síndrome é séria e traz grave preocupação; dos 82 casos confirmados, 45 pessoas morreram.

82 casos confirmados e 45 mortes

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização Mundial da Saúde decidiu que a Síndrome Respiratória do Oriente Médio, Mers-Coronavírus, ainda não constituiu uma "emergência de saúde pública de preocupação internacional."

Mas a OMS destaca que a "situação é séria e traz grave preocupação". Segundo a agência, desde setembro, foram confirmados 82 casos de infecção, sendo que 45 pessoas morreram.

Transmissão

Esse tipo do coronavírus não havia sido identificado antes em humanos e segundo a OMS, as informações sobre a transmissão são muito limitadas.

A agência diz que todos os casos tiveram conexão direta ou indireta com o Oriente Médio. Febre, tosse e dificuldades para respirar estão entre os sintomas da infecção.

Prevenção

O Comitê de Emergência da OMS sobre o coronavírus realizou uma reunião na quarta-feira, com a participação de representantes da França, Alemanha, Itália, Jordânia, Arábia Saudita, Catar, Tunísia e Grã-Bretanha.

No encontro, foram revistas informações sobre vários aspectos do coronavírus e então, definido que ainda não existem condições para se considerar um caso de emergência de saúde pública.

A OMS discutiu ainda como melhorar a vigilância, a prevenção da infecção, as pesquisas clínicas, epidemiológicas e animais e as recomendações relacionadas a viagens.

A agência diz que a próxima reunião do comitê será em setembro, a não ser que ocorra uma mudança grave na situação, que exija um encontro de emergência.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 30 DE OUTUBRO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 30 DE OUTUBRO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

outubro 2014
S T Q Q S S D
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031