Clinton: Mandela provou que para servir não é preciso cargo político

Ouvir /

Ex-presidente dos Estados Unidos participou de uma cerimônia na Assembleia Geral da ONU para marcar o Dia Internacional Nelson Mandela, neste 18 de julho, quando o líder sul-africano completa 95 anos.

Nelson Mandela

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O Dia Internacional Nelson Mandela está sendo comemorado nesta quinta-feira pela Assembleia Geral da ONU com um evento especial. A data coincide com o aniversário do ex-líder sul-africano que faz neste 18 de julho, 95 anos.

A cerimônia nas Nações Unidas contou com a presença do Secretário-Geral Ban Ki-moon, do ator Harry Belafonte e do ex-presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton, entre outros.

Lição

O ex-presidente americano disse que uma das maiores lições que ele aprendeu com Mandela foi o fato de que para servir ao público não é preciso ter cargos políticos.

Bill Clinton contou que após sair da presidência Mandela e ele passaram a angariar recursos para combater o HIV e dar tratamento aos soropositivos.

Para Clinton, a amizade com Mandela o ajudou a compreender que é preciso se libertar de ódios e ressentimentos para ser verdadeiramente livre.

Reconciliação

O ex-presidente americano disse que Mandela saiu da prisão um ser humano bem melhor do que aquele que havia entrado na cadeia, 27 anos antes. Ele disse que chegou a ver Mandela se aborrecer, mas que o líder sul-africano sempre se controlava em nome da paz interior e da reconciliação nacional.

O Secretário-Geral Ban Ki-moon afirmou que Mandela pelas suas ações ensinou uma lição ao mundo.

Vida Pública

O chefe da ONU lembrou ainda que este ano as comemorações do Dia Internacional de Mandela ocorrem num momento difícil em que o ex-líder sul-africano passa numa cama de hospital. Ele disse que o mundo olha para Mandela de forma unida.

Ban destacou ainda que os 67 minutos de serviços voluntários para o Dia de Mandela correspondem aos 67 anos que ele dedicou à vida pública e à defesa dos direitos humanos.

A homenagem da Assembleia Geral a Nelson Mandela contou ainda com a presença de ex-companheiro de Mandela na prisão, Andrew Mlangeni. Segundo o amigo, o ex-presidente sul-africano se tornou o símbolo da esperança.

Furacão

Mlangeni afirmou que a honestidade, a sinceridade, a simplicidade, a humildade e a generosideade de Mandela são qualidades que fizeram de Mandela um ser humano melhor.

O Dia Internacional Nelson Mandela está sendo comemorado em todas as sedes das Nações Unidas. Em Nova York, um grupo de funcionários da ONU está ajudando a reconstruiur casas afetadas pelo furacão Sandy, em outubro passado. As comemorações contam com o apoio da Missão da África do Sul

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 17 DE ABRIL DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 17 DE ABRIL DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

abril 2014
S T Q Q S S D
« mar    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930