ONU lança apelo de US$ 5,2 bilhões para vítimas do conflito na Síria

Ouvir /

É o maior pedido de auxílio já feito para o país; quantia deve ajudar ainda os governos da Jordânia e do Líbano a lidar com os refugiados. 

Crianças na Síria. Foto: Unicef/Alessio Romenzi

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

As Nações Unidas lançaram nesta sexta-feira um apelo de US$ 5,2 bilhões para a Síria. A quantia equivale a mais de R$ 10,4 bilhões, sendo o maior apelo humanitário já feito para o país.

Segundo a chefe do Escritório de Assistência Humanitária da ONU, são necessários US$ 4,4 bilhões para que as agências continuem fornecendo ajuda aos deslocados internos e aos sírios que fugiram para países vizinhos.

Urgência

Em Genebra, Valerie Amos explicou que está sendo feito um pedido extra de US$ 800 milhões para os governos do Líbano e da Jordânia, devido ao aumento do fluxo de refugiados.

Segundo Amos, um em cada três sírios precisa urgentemente de ajuda. A ONU calcula que mais de 6,8 milhões de pessoas careçam de assistência humanitária. Entre janeiro e abril, o total de deslocados dentro do país mais que dobrou.

Segurança

A chefe do Ocha destaca que a piora da segurança, incluindo sequestro e assassinatos de trabalhos humanitários, está prejudicando o trabalho das agências. Para Amos, os números "mascaram uma tragédia humana".

Cerca de 80 mil pessoas já morreram, em mais de dois anos de conflito entre forças do governo e da oposição. Durante o anúncio do apelo, o Alto Comissário da ONU para Refugiados, disse que os países vizinhos à Síria recebem diariamente 7 mil refugiados.

Impactos

António Guterres acredita que até o fim do ano, serão 3,5 milhões de refugiados sírios, graças à "generosidade do Líbano, Jordânia, Turquia, Iraque e Egito".

Segundo Guterres, é preciso lembrar o enorme impacto econômico que o fluxo de refugiados causa na economia dessas nações, na sociedade, além do impacto na segurança.

O chefe do Acnur disse que o conflito na Síria "é, sem dúvida, aquele com o impacto regional mais perigoso e o que cria a operação humanitária mais complicada em décadas".

Segundo as Nações Unidas, países doadores enviaram desde janeiro um total de US$ 1,24 bilhão.

Mas as agências humanitárias precisam de mais de US$ 3 bilhões até o fim do ano para várias ações, como alimentar 4 milhões de sírios, vacinar 1,7 milhão de crianças e fornecer água potável para 10 milhões de pessoas.

 

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 17 DE SETEMBRO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 17 DE SETEMBRO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

setembro 2014
S T Q Q S S D
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930