Conselho de Segurança fará reunião de emergência sobre Colinas de Golã

Ouvir /

Órgão condenou intensificação dos confrontos, incluindo ataque que feriu dois boinas azuis da ONU na quinta-feira; Conselho apela ainda por proteção aos sírios que estão em Al-Qusayr.

Boina azul nas Colinas de Golã

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

O Conselho de Segurança condenou o "intenso" conflito nas Colinas de Golã, incluindo o ataque que feriu dois soldados de paz da ONU na quinta-feira.

O órgão deve realizar ainda nesta sexta-feira uma reunião a portas fechadas sobre os últimos acontecimentos na região, incluindo a decisão da Áustria de retirar suas tropas do local.

Segurança

Os dois boinas azuis que serviam a Força Observadora da ONU nas Colinas de Golã, Undof, estão em condição estável. A missão monitora um acordo de desengajamento feito em 1974 entre Síria e Israel.

Entre os conflitos de forças sírias e grupos anti-governo, o Conselho de Segurança pede cooperação total, para que a Undof possa operar livremente e garantir a segurança de seu pessoal.

Al-Qusayr

Os 15 países-membros do órgão também fizeram um apelo às autoridades sírias para que protejam os civis e permitam o acesso de ajuda humanitária à cidade de Al-Qusayr.

Milhares de civis não conseguem deixar a região por conta dos confrontos. O Conselho de Segurança lembra que o governo tem a responsabilidade primária pela área e de proteger a população.

 

 

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 17 DE ABRIL DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 17 DE ABRIL DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

abril 2014
S T Q Q S S D
« mar    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930