Acampamentos para palestinos na Síria viram "teatros de guerra"

Ouvir /

Afirmação é do chefe da Agência da ONU para Refugiados Palestinos, Unrwa, Filippo Grandi; segundo ele, assassinatos, sequestros, pobreza e destruição já são parte da rotina.

Palestinos na Síria. Foto: Unrwa

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

O Comissário-Geral da Agência da ONU de Assistência aos Refugiados Palestinos, Unrwa, afirmou que os campos de refugiados na Síria tornaram-se "teatros de guerra".

Segundo Fillipo Grandi, em sete dos 12 acampamentos para palestinos, assassinatos, sequestros, pobreza, destruição e medo já fazem parte da "vida diária".

De Amã, na Jordânia, o chefe da Unrwa disse que mais da metade dos 530 mil refugiados palestinos registrados com a agência na Síria estão deslocados.

Egito

Outros 60 mil fugiram para o Líbano e 7 mil para a Jordânia. De acordo com Grandi, até o Egito já recebeu vários palestinos que estavam na Síria e outros voltaram para Gaza.

A Unrwa está entre as agências da ONU que fizeram recentemente um novo apelo financeiro para atender as necessidades da crise síria. Só a Unrwa precisa de US$ 200 milhões.

Desafios

Filippo Grandi disse que a situação financeira da agência é "desafiadora" e que o fluxo de caixa atual será suficiente apenas até outubro. O chefe da Unrwa lamentou que o sofrimento dos refugiados na Síria tenha complicado a falta de progresso do processo de paz entre israelenses e palestinos.

Grandi acredita que para os refugiados, este possa ser outro "divisor de águas trágico", porque a destruição dos "acampamentos na Síria e as incertezas sobre o futuro levam sofrimento a todos, exatamente como os bombardeios em Gaza".

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 25 DE NOVEMBRO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 25 DE NOVEMBRO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

novembro 2014
S T Q Q S S D
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930