PMA: Brasil tem segundo maior programa de merenda escolar no mundo

Ouvir /

País distribui, todos os dias, comida para 47 milhões de estudantes e fica atrás apenas da Índia; Programa Mundial de Alimentos lança primeiro relatório global sobre alimentação nas escolas.

No mundo todos, 368 milhões de crianças são alimentadas

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York.* 

O Programa Mundial de Alimentos, PMA, lança nesta sexta-feira a primeira análise global sobre programas de alimentação escolar em 169 países. O Brasil ganha destaque no relatório, por alimentar 47 milhões de estudantes por dia.

Segundo o PMA, o país tem o segundo maior programa de merenda escolar do mundo, ficando atrás apenas da Índia, que alimenta 114 milhões de crianças nas escolas. A seguir ao Brasil, estão os Estados Unidos e a China.

Gastos Mundiais

No mundo todo, 368 milhões de alunos são alimentados todos os dias nas escolas, uma média de um a cada cinco estudantes. O investimento global nesses programas é de US$ 75 bilhões, sendo que a maior parte da verba vem dos governos.

O PMA destaca que o programa de merendas no Brasil é modelo de sucesso por ligar a alimentação escolar à produção dos pequenos agricultores.

O lançamento do relatório coincidiu com o último dia do Fórum Global de Nutrição Infantil, realizado com o apoio do PMA no estado da Bahia.

Gerência

Falando à Rádio ONU, de Salvador, o diretor do Centro de Excelência Contra a Fome do PMA, Daniel Balaban, realçou a gestão do programa no país.

"É o segundo maior programa escolar em termos de atendimento no mundo, mas é o primeiro em termos de gerência, porque todos os alunos das escolas públicas brasileiras são atendidos em termos de alimentação escolar. O Brasil é uma referência, porque além de ter alimentação saudável e sustentável, está ligado também à produção do pequeno agricultor familiar."

Nações Pobres

Mas em outros países, a realidade é diferente. O PMA destaca que nações de baixa renda, onde as crianças geralmente são muito pobres e famintas, apenas 18% recebe refeição escolar. Em países de média renda, a merenda é fornecida a 49% dos alunos.

O relatório também traz dados de outros países de língua portuguesa, como Angola, que alimenta 221 mil estudantes. Cabo Verde é mencionado pelo sucesso recente da iniciativa de alimentação escolar, e Moçambique por ter redefinido o projeto, que agora é focado em bairros mais pobres.

*Apresentação: Leda Letra.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 25 DE JULHO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 25 DE JULHO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

julho 2014
S T Q Q S S D
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031