OMS: falta de logística dificulta campanhas de vacinação no mundo

Ouvir /

Agência destaca que melhor fornecimento e sistema adequado de transporte de vacinas são essenciais para proteger os menores de países em desenvolvimento; Semana Mundial da Imunização começa neste sábado.

Menina é vacinada no Haiti. Foto: OMS

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

A Organização Mundial da Saúde, OMS, está fazendo um alerta sobre os impactos da falta de logística para a distribuição e aplicação de vacinas em todo o mundo.

Segundo a agência da ONU, melhor fornecimento e sistema logístico são essenciais para alcançar 22 milhões de crianças de países em desenvolvimento que ainda estão desprotegidas de doenças.

Brasil

De Genebra, a médica da OMS, Regina Ungerer, falou sobre algumas das dificuldades enfrentadas por várias nações, incluindo Moçambique e Brasil.

"Moçambique, que sofre muito com as inundações, para poder passar de uma província à outra, às vezes não tem estrada para poder vacinar crianças naquela província ou até mesmo fazer chegar a vacina àqueles locais. Na Amazônia, para você vacinar todas as populações indígenas, às vezes você demora 14 dias para chegar de barco em alguma aldeia. Imagina fazer uma viagem longa, de dias, para chegar num lugar. Como manter essa vacina? Cada vacina tem a sua temperatura ideal de ser mantida. E essas coisas têm que ser bem estruturadas, ter uma logística bem organizada."

Regina Ungerer destaca que a Semana Mundial da Imunização começa no sábado, 20. Neste ano, os temas são diferentes em cada região do mundo. Nas Américas, a campanha terá o foco "Vacinação, uma Responsabilidade Compartilhada."

Propostas

Juntos, a OMS, o Unicef, a Aliança Gavi e a Fundação Bill & Melinda Gates desenharam um plano para reforçar os sistemas de imunização. Uma das propostas é criar embalagens especiais para que as vacinas possam ser transportadas por até quatro dias sem refrigeração.

São sugeridos ainda a melhora dos sistemas de informação e registro de crianças; a utilização de "armazéns móveis" para distribuir vacinas em sistemas remotos e o uso de tecnologia móvel para melhor controle dos estoques de vacina.

A OMS lembra que em anos recentes, ressurgiram casos de difteria, sarampo e rubéola em várias nações, como França, Itália e Paquistão. Mais de 180 países parcipam da Semana Mundial da Imunização.

Ouça também a entrevista completa com Regina Ungerer.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 30 DE JULHO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 30 DE JULHO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

julho 2014
S T Q Q S S D
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031