OIT e indígenas chilenos se unem contra discriminação

Ouvir /

Agência da ONU e comunidades de índios lançam iniciativa para prevenir a contaminação por HIV; eles querem combater também o estigma no setor dos transportes.

Foto: Unaids

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

 

A Organização Internacional do Trabalho, OIT, e a rede nacional de comunidades indígenas do Chile, Renpo, lançaram uma iniciativa para prevenir a contaminação por HIV e combater a discriminação no setor dos transportes.

O representante da rede nacional chilena, que é da comunidade Huilliche, Willy Morales, afirmou que um indígena no Chile já nasce com o estigma e a discriminação.

Segundo ele, "se adicionarmos a questão da Aids nesse processo, haverá uma discriminação dupla."

HIV

Morales tem HIV e ajudou a criar a rede para ajudar os indígenas afetados pela epidemia.

A OIT e a Renpo se uniram em 2010 para desenvolver e implementar uma política de HIV para o setor de transportes.

Muitos indígenas chilenos trabalham como motoristas de caminhão. Eles viajam milhares de quilômetros e ficam muito tempo longe da família e dos amigos.

Acesso

As organizações disseram que eles têm acesso limitado a informações sobre o vírus e sobre os serviços de saúde, e com isso, se tornam altamente vulneráveis a epidemia.

Para facilitar o processo de informação, a OIT traduziu seu manual sobre HIV/Aids em Mapudungum, idioma falado pelo povo Mapuche.

Nesse último ano, representantes de várias comunidades indígenas trabalharam com parceiros do setor de transporte para criar um manual educativo.

O material, lançado em dezembro de 2012, mostra a importância do respeito à cultura e aos valores dos povos indígenas quando se trabalha na prevenção ao HIV.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 25 DE JULHO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 25 DE JULHO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

julho 2014
S T Q Q S S D
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031