No Dia Mundial sobre Autismo, ONU quer mais pesquisas e assistência

Ouvir /

Deficiência atinge 1 em cada 88 crianças, maioria meninos; Secretário-Geral da ONU disse que sociedades têm que oferecer mais oportunidades de inclusão.

Símbolo do Dia de Conscientização sobre o Autismo

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

 

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, disse que o Dia Mundial de Conscientização sobre Autismo está chamando a atenção para a síndrome e outros problemas de desenvolvimento mental que atingem milhões de pessoas no mundo.

Segundo o Centro Americano de Controle e Prevenção de Doenças, CDC, 1 em cada 88 crianças sofre de autismo, a maioria meninos. Aproximadamente 10% das crianças que têm a deficiência, foram diagnosticadas também com Síndrome de Down e outros problemas genéticos.

Pesquisa

Ban afirmou que a Assembleia Geral adotou nova resolução sobre o autismo, o que demonstra compromisso para ajudar as pessoas que sofrem e suas famílias.

O chefe da ONU declarou que o documento encoraja os países-membros e outras organizações e empresas a aumentarem as pesquisas e expandir a assistência de saúde, educação e empregos aos doentes.

Tratamento

Em entrevista à Rádio ONU, de São Paulo, a coordenadora pedagógica da Associação de Amigos do Autista, Carolina Ramos Ferreira, falou sobre o tratamento dado aos pacientes.

"O atendimento deve ocorrer desde o início, para que ele tenha um prognóstico bom, para chegar como adulto com o maior nível de autonomia e independência possível. Nós, da AMA, utilizamos o tratamento através do ABA ( sigla em inglês), Análise Aplicada do Comportamento. Isso porque a gente trabalha acreditando mais na questão comportamental. Trabalhamos também a questão de comunicação alternativa e adaptando a comunicação dessa criança, desse jovem ao adulto, com pessoas com autismo."

Estigma

Ban afirmou que a atenção internacional é essencial para acabar com o estigma, a falta de esclarecimento e as estruturas de apoio inadequadas.

Ele disse que pesquisas recentes mostraram que diagnóstico precoce pode ajudar as pessoas com autismo a alcançar ganhos significativos em suas habilidades. A diretoria-executiva da Assembleia Mundial da Saúde vai abordar o autismo na sua próxima sessão, em maio.

Reunião

O chefe da ONU declarou que a Assembleia Geral vai realizar uma reunião de alto nível em setembro para falar das condições de mais de 1 bilhão de pessoas com deficiências, incluindo as que sofrem de autismo.

Ban espera que os líderes mundiais aproveitem essa oportunidade para fazer a diferença que ajudará essas pessoas e a humanidade, como um todo.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 18 DE DEZEMBRO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 18 DE DEZEMBRO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2014
S T Q Q S S D
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031