Energia de origem eólica bate recorde no mundo

Ouvir /

Fornecimento global de eletricidade gerada pela força do vento atingiu 282,5 gigawatts; Brasil, China e Índia são mercados fortes neste setor.

Central de energia eólica

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Conselho Global de Energia Eólica disse que a produção de eletricidade produzida pela força do vento bateu recorde, em 2012, chegando a 282,5 gigawatts.

Segundo o grupo, Brasil, China e Índia são mercados fortes neste setor, que vem ganhando terreno no mundo inteiro, nos últimos anos. O Brasil deve superar a capacidade de produção de 2 gigawatts com a instalação de moinhos eólicos neste ano.

Ameaça

O presidente do Conselho, Steve Sawyer, afirmou que a maior ameaça ao crescimento contínuo da indústria está na forma imprevisível como os políticos implementam as normas para o setor energético.

Sawyer disse ainda que a energia eólica está se tornando cada vez mais competitiva em vários mercados mesmo com os subsídios dados aos combustíveis fósseis.

Moinhos

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, Pnuma, informou que os Estados Unidos e a Europa lideraram as instalações dos moinhos eólicos no ano passado.

Apesar do bom resultado, a previsão dos especialistas é de uma leve queda na produção de energia em 2013, com uma recuperação no ano que vem.

O Pnuma disse que o México e o Canadá devem aumentar suas capacidades de produção neste ano. O continente africano também está avançando. África do Sul e a região Subsaariana, principalmente a Etiópia, lideram a produção de energia de origem eólica.

Na Ásia, Paquistão, Mongólia, Filipinas e Tailândia também devem progredir nesta área.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 16 DE ABRIL DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 16 DE ABRIL DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

abril 2014
S T Q Q S S D
« mar    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930