Crime de honra de meninas e mulheres no Afeganistão subiu 20% em 2012

Ouvir /

Rede Afegã de Mulheres noticiou três assassinatos no mês de março; Secretário-Geral expressou preocupação com o aumento dos homicídios e levou tema ao Conselho de Segurança.

Mulheres no Afeganistão.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

A ONU Mulheres condenou os assassinatos classificados como "crimes de honra" ocorridos recentemente no Afeganistão.

Segundo a Rede Afegã de Mulheres, somente em março foram registrados vários crimes deste tipo no país.

Casamento Arranjado

Num deles, uma menina foi enterrada viva  pelo pai e pelo irmão, na província de Badakhsan. Em outra região, na província de Heart, uma adolescente de 14 anos foi morta porque se recusou a casar com o noivo, num casamento arranjado.

Uma mulher que queria viver com o próprio marido no Irã foi assassinada pelo irmão, contrário à ideia. E, por último, um homem decapitou a esposa na região de Jawsjan.

Conselho de Segurança

Os assassinatos aconteceram no momento em que o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, expressou preocupação sobre o problema junto ao Conselho de Segurança. Segundo a ONU, os crimes de honra aumentaram  20% no caso de mulheres e meninas no Afeganistão, somente no ano passado.

O Ministério afegão de Mulheres informou que, entre 2010 e 2012, foram registrados mais de 4 mil casos de violência a pessoas do sexo feminino em todas as 33 províncias do país.

Segundo a representante da ONU Mulheres no Afeganistão, Solrun Gisladottir, as afegãs precisam de proteção, apoio e ajuda; e os responsáveis devem ser levados à justiça.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 22 DE DEZEMBRO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 22 DE DEZEMBRO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2014
S T Q Q S S D
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031