Ban alerta para situação na Síria e na Península Coreana

Ouvir /

Secretário-Geral afirmou que civis sírios estão pagando o preço do conflito e devem ser protegidos; ele disse que a comunidade internacional agiu rapidamente no caso da Coreia do Norte.

Ban Ki-moon

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, voltou a alertar a comunidade internacional sobre a situação na Síria e na Península Coreana.

Ban fez a declaração durante entrevista a jornalistas, esta quarta-feira, na sede das Nações Unidas, em Nova York, na véspera de sua viagem a Washington.

O evento coincide com a reunião semestral do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional, que está sendo realizada na capital americana.

Tragédia

O chefe da ONU afirmou que a tragédia na Síria piora a cada dia. Segundo ele, as operações militares estão destruindo o país e os civis estão pagando o preço do conflito.

Ban afirmou que as Nações Unidas estão fazendo de tudo para fornecer ajuda e prestar apoio aos necessitados. O Secretário-Geral declarou que continua convencido de que uma solução política para a crise é possível.

Ele vai se reunir com o representante especial da ONU e da Liga Árabe, Lakhdar Brahimi para discutir as opções que eles têm pela frente.

Missão

Ban disse ainda que a equipe de especialistas para investigar as alegações de uso de armas químicas na Síria está pronta para ser enviada ao país assim que o governo der permissão.

O chefe da ONU mostrou preocupação também em relação a Península Coreana. Segundo ele, a situação continua muito volátil e pediu aos líderes norte-coreanos que voltem à mesa de negociações.

Ban elogiou a resposta rápida e comedida da comunidade internacional para lidar com a ameaça nuclear de Pyongyang. Para ele, os últimos acontecimentos fortaleceram o consenso global de que a Coreia do Norte não será aceita como um Estado nuclear.

África

Ban demonstrou preocupação ainda em relação a República Centro-Africana. Ele pediu as autoridades que restaurem a lei e a ordem no país. Além disso, elogiou os esforços da União Africana e da Comunidade Econômica dos Estados Centro-Africanos para promover a paz na região.

O chefe da ONU disse que o Conselho de Segurança adotou resolução para lidar com os recorrentes ciclos de violência na República Democrática do Congo.

Ban afirmou que o Oriente Médio continua sendo uma prioridade. Ele declarou que o mundo não pode perder a oportunidade de se chegar a uma solução para a criação de dois Estados.

Reunião

O Secretário-Geral afirmou que nas reuniões que terá no Banco Mundial, falará sobre educação, mudança climática, pobreza e o papel dos bancos de desenvolvimento no mercado atual.

Segundo Ban, esses encontros marcam um novo avanço na cooperação entre a ONU e o Banco Mundial.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 25 DE JULHO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 25 DE JULHO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

julho 2014
S T Q Q S S D
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031