Acidentes aéreos diminuíram 33% em 2012

Ouvir /

Conclusão está num relatório conjunto preparado pela Organização Internacional da Aviação Civil, Icao, e pela Associação Internacional de Transporte Aéreo, Iata; foram 2,4 acidentes a cada um milhão de voos.

Imagem: Icao

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

Os acidentes aéreos no mundo diminuíram 33% em 2012 comparados com os números do ano anterior.

A conclusão consta do relatório conjunto de segurança preparado pela Organização Internacional da Aviação Civil, Icao, e pela Associação Internacional de Transporte Aéreo, Iata, divulgado esta quinta-feira.

Positivo

O resultado positivo mostra que ocorreram 2,4 acidentes a cada um milhão de voos para todas as aeronaves com mais de 5,7 toneladas. Em 2011, foram 3,6 acidentes para cada um milhão de voos.

Esses dados se tornam mais importantes porque o movimento aéreo deve aumentar nos próximos anos.

Futuro

Segundo a Icao, as empresas de aviação transportaram 2,9 bilhões de pessoas no ano passado, 5% a mais do que em 2011. A previsão é a de que esse número chegue a 6,3 bilhões em 2030.

Já em relação aos voos, foram registrados 31 milhões de decolagens em 2012 e a previsão é a de que esse número atinja 59 milhões em 2030.

Sólido

O presidente da Icao, Roberto González, disse que o novo relatório consolidado sobre acidentes reflete um resultado sólido.

Ele contou com a ajuda do Global Safety Information Exchange, Gsie, que é uma rede de informação formada pela Icao, pela Iata e pelo Departamento dos Transportes dos Estados Unidos e da Comissão Europeia.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 20 DE AGOSTO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 20 DE AGOSTO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

agosto 2014
S T Q Q S S D
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031