Unaids elogia estudo que aponta "cura funcional" de bebê com HIV

Ouvir /

Chefe da agência da ONU disse esperar novas pesquisas para saber se constatação pode ser replicada em outros casos; recém-nascido foi tratado com antiretrovirais nas primeiras 30 horas de vida, no estado do Mississipi, nos Estados Unidos.

 

Michel Sidibé

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.   

O Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids, Unaids, elogiou um estudo que aponta a "cura funcional" de um bebê que havia nascido com HIV.

A criança, que nasceu em 2010 no estado do Mississipi, nos Estados Unidos, recebeu tratamento com antiretrovirais nas primeiras 30 horas de vida. E, de acordo com os pesquisadores, não tem mais o vírus que causa a Aids.

Coquetel

O resultado do estudo está sendo apresentado, nesta segunda-feira, durante a Conferência sobre Retrovírus e Infecções Oportunistas, realizada em Atlanta, no estado americano da Geórgia.

Em comunicado, o diretor-executivo do Unaids, Michel Sidibé, disse esperar que a pesquisa se confirme em novos estudos.

De acordo com os pesquisadores, a mãe do bebê é soropositiva, mas não estava tomando o coquetel durante a gravidez, ela também não havia feito o tratamento pré natal.

Exame de Sangue

Para tentar salvar o bebê da doença, um tratamento de terapia tripla de antiretovirais foi iniciado 30 horas após o parto, e antes mesmo de comprovar a infecção com o vírus.

Após receber os antiretrovirais durante uma semana, o bebê obteve alta e continuou o tratamento por 18 meses. Um exame de sangue logo após detectou a ausência do HIV.

Caso a notícia seja confirmada, será a primeira vez que um bebê terá sido curado após o nascimento. Geralmente, o vírus da Aids é eliminado quando a mãe soropositiva faz o tratamento durante a gravidez, evitando assim a contaminação vertical.

Geração

O chefe do Unaids afirmou que a descoberta é uma "grande esperança para a cura da Aids em crianças e torna a possibilidade de uma geração sem a doença, ainda mais perto de ser alcançada."

De acordo com a agência, no ano passado, havia 330 mil novas infecções de crianças com HIV. O número de soropositivos menores de 15 anos em tratamento contra o vírus é de 28% comparados a 54% de adultos.

Para o Unaids, é preciso realizar mais estudos para compreender o resultado da pesquisa nos Estados Unidos, e se as constatações deste estudo, que indicam a cura funcional do bebê, poderão ser replicadas em outros casos.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 26 DE DEZEMBRO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 26 DE DEZEMBRO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

dezembro 2014
S T Q Q S S D
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031