ONU condena atentado em mesquita na Síria

Ouvir /

Segundo a agência de notícias oficial síria, 40 pessoas morreram no ataque em Damasco; Conselho de Segurança classificou ação como "ato hediondo".

ONU condena ataque na capital síria, Damasco.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York.*

O Conselho de Segurança condenou "nos termos mais fortes" o ataque contra uma mesquita na capital Síria, Damasco, nesta quinta-feira.

De acordo com o órgão, o incidente resultou em mais de 40 mortos, incluindo um clérigo muçulmano, e deixou dezenas de civis feridos.

Explosão

Em nota, emitida nesta sexta-feira, os 15 países-membros manifestaram pêsames às famílias das vítimas e desejaram uma rápida recuperação dos feridos. O grupo caracterizou a ação como um "ato hediondo" para o povo sírio.

Agências de notícias citam a imprensa oficial síria dizendo que a explosão, ocorrida no bairro de Mazraa, teria sido levada a cabo por um homem-bomba que entrou no local. Até agora, ninguém assumiu a autoria do ataque.

Motivação

Os membros do Conselho de Segurança reafirmam que "o terrorismo, em todas as suas formas e manifestações, constitui uma das mais graves ameaças à paz e à segurança internacionais."

De acordo com o órgão, "os atos de terrorismo são criminosos e injustificáveis", independentemente de sua motivação.

Condenação

O Conselho reiterou a determinação de combater todas as formas de terrorismo e reafirmou a condenação de todos os atos de violência contra civis.

Os países-membros pediram aos Estados que garantam o cumprimento das medidas de combate ao terrorismo e suas obrigações em relação à Lei Internacional, em especial aos direitos humanos, de refugiados e do direito humanitário.

*Apresentação: Edgard Júnior.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 31 DE JULHO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 31 DE JULHO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

agosto 2014
S T Q Q S S D
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031