Mortes por tuberculose caíram 40% no mundo desde os anos 90

Ouvir /

OMS diz que apesar do avanço muitos desafios continuam; Dia Mundial da Tuberculose é marcado neste 24 de março; doença entre as três maiores causas de morte de mulheres entre 15 e 44 anos.

Paciente com suspeita de tuberculose no Lesoto. Foto: OMS

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

 

A Organização Mundial da Saúde, OMS, afirmou que as mortes causadas pela tuberculose caíram 40% entre 1990 e 2011.

A informação foi divulgada às vésperas do Dia Mundial da Tuberculose, observado neste 24 de março. Segundo a OMS, a queda foi "realmente impressionante" e, além disso, a incidência de novos casos também está em tendência de baixa.

Desafios

A agência alertou que apesar dos avanços, muitos desafios persistem no combate à doença. Os dados mostram que 1,4 milhão de pessoas morreram de tuberculose, em 2011, e quase 9 milhões de casos foram registrados.

A OMS declarou que 95% das mortes ocorrem em países de baixa e média rendas. As comunidades mais pobres são as mais atingidas, mas o risco é geral.

Mulheres

A agência da ONU afirmou ainda que a tuberculose está entre as três maiores causas de morte de mulheres entre 15 e 44 anos. Das 500 mil crianças infectadas com o bacilo de Koch, em 2011, 64 mil morreram.

Uma das maiores preocupações da OMS tem sido com a tuberculose resistente a medicamentos. A diretora-geral da organização, Margaret Chan disse que aproximadamente 4% das pessoas com a doença mostraram resistência aos remédios.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 17 DE OUTUBRO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 17 DE OUTUBRO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

outubro 2014
S T Q Q S S D
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031