Conselho de Direitos Humanos decide investigar Coreia do Norte

Ouvir /

Em resolução, adotada por aclamação, órgão estabeleceu criação de inquérito por um período de um ano.

Conselho de Direitos Humanos em Genebra

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O Conselho de Direitos Humanos da ONU começará a investigar o que chamou de "graves violações de direitos humanos sistemáticas na Coreia do Norte."

O anúncio foi feito, nesta quinta-feira, pelo órgão com sede em Genebra.

Prestação de Contas

Em uma resolução sobre a situação no país asiático, o Conselho adotou, por aclamação, a renovação do mandato do relator especial para a Coreia do Norte, e a criação de uma comissão de inquérito, que deve durar um ano.

O grupo irá apurar denúncias de violações sistemáticas ocorridas no país e que foram citadas no relatório apresentado ao Conselho. O objetivo é promover a prestação de contas na nação asiática.

O órgão também pediu ao Secretário-Geral da ONU que dispense ao relator especial e à nova comissão toda a assistência e pessoal necessários para fazer o trabalho.

Direito ao Alimento

Vários países se pronunciaram na reunião desta quinta-feira incluindo a Irlanda o Japão e a própria Coreia do Norte. De acordo com o representante norte-coreano, a resolução é "produto de uma confrontação e uma trama política."

O Japão afirmou que está preocupado com os relatos de violações dos direitos humanos como campos de detenção ilegais, casos de tortura, desaparecimentos forçados incluindo o de cidadãos estrangeiros e o impedimento ao direito ao alimento e à liberdade de expressão.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 17 DE ABRIL DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 17 DE ABRIL DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

abril 2014
S T Q Q S S D
« mar    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930