Conflitos intensificam-se na Síria e prejudicam entrega de ajuda humanitária

Ouvir /

Segundo Acnur, vários comboios foram cancelados por conta dos confrontos e alguns até foram alvos de ataques; 3,6 milhões de pessoas estão deslocadas no país.

Sírios afetados pelo conflito. Foto: Acnur

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

Agências da ONU estão apelando pela passagem segura de comboios que entregam ajuda humanitária para civis dentro da Síria. Em Genebra, o porta-voz do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, explicou que alguns caminhões já foram inclusive alvos de ataques.

Segundo Adrian Edwards, vários comboios foram cancelados ou adiados, privando civis de terem acesso a itens essenciais de sobrevivência.

Milhões Deslocados

De acordo com as últimas estimativas da ONU, pelo menos 3,6 milhões de pessoas são deslocadas internas. O Acnur está trabalhando com o governo e organizações não-governamentais para garantir que a assistência chegue ao país. Mas apenas uma fração dos que precisam estão recebendo ajuda.

Também vivem na Síria 70 mil refugiados do Iraque, do Afeganistão e da Somália, que enfrentam perigos e dificuldades como os próprios sírios.

Os comboios das agências da ONU entregam itens para a casa, roupas, colchões e cestas com alimentos.

O Programa Mundial de Alimentos, PMA, está retirando alguns de seus funcionários da Síria por questões de segurança. Eles estão sendo transferidos para a Jordânia. Já o Ocha está remanejando quatro pessoas para a capital síria, Damasco.

 

 

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 17 DE SETEMBRO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 17 DE SETEMBRO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

setembro 2014
S T Q Q S S D
« ago    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930