Ban espera que Conselho de Segurança adote medidas contra Coreia do Norte

Ouvir /

Secretário-Geral afirmou que último teste nuclear norte coreano foi uma clara violação das resoluções da ONU; ele está preocupado também com a ameaça de anulação do Acordo do Armistício que acabou com a guerra entre as duas Coreias

Ban Ki-moon

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

 

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu ao Conselho de Segurança que adote ações necessárias imediatamente contra a Coreia do Norte, depois do teste nuclear realizado pelo país, em fevereiro.

Ban afirmou que o ato representa uma clara violação das resoluções das Nações Unidas.

Preocupação

O chefe da ONU mostrou preocupação também com a ameaça de Pyongyang de anular o Acordo do Armistício, que pôs um fim à guerra entre as duas Coreias, em 1953.

Ban disse que os norte-coreanos devem cumprir as decisões tomadas pelo Conselho de Segurança e evitar atos de provocação.

Rice

Mais cedo, a embaixadora americana junto à ONU, Susan Rice, disse que o projeto apresentado pelos EUA e a China, para a votação do Conselho de Segurança, representa uma dura resposta ao teste nuclear realizado pela Coreia do Norte em 12 de fevereiro.

Segundo Rice, o texto do novo documento reforça e expande o alcance das resoluções anteriores da ONU, já implementadas, e deve ser votado até o fim da semana.

Mísseis

A embaixadora americana afirmou que o projeto vai, de forma significativa, impedir os norte-coreanos de desenvolverem seu programa nuclear ilegal e de mísseis balísticos.

Além disso, Rice afirmou que o documento impõe novas medidas no caso de um outro lançamento de foguete ou teste nuclear.

Bancos

A proposta vai aplicar também obrigações legais contra o país asiático, por exemplo, pela primeira vez, a resolução atinge atividades ilícitas realizadas por diplomatas norte-coreanos e as relações com os Bancos do país.

Na mira estão também as transações ilegais feitas em dinheiro vivo e novas restrições de viagens.

Sanções

Rice afirmou que com a aprovação desta resolução, a Coreia do Norte ficará sujeita às mais duras sanções já impostas pela ONU.

Para a embaixadora americana, a amplitude e a profundidade dessas sanções demonstram a força do compromisso da comunidade internacional pela desnuclearização e para que a Coreia do Norte cumpra com suas obrigações.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 27 DE AGOSTO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 27 DE AGOSTO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

agosto 2014
S T Q Q S S D
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031