Ban condena ataques contra professores no Paquistão

Ouvir /

Nesta semana, um docente de 41 anos morreu e em janeiro, outros cinco profissionais da educação foram assassinados; Secretário-Geral está extremamente preocupado com os casos.

Foto: Unesco

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

O Secretário-Geral condenou nesta quinta-feira os ataques violentos contra professores no Paquistão. Shahnaz Nazli, de 41 anos, foi morto nesta semana em Shahkas. Em janeiro, cinco docentes foram assassinados perto da cidade de Swabi, no noroeste do país.

Segundo Ban Ki-moon, "além da perda trágica de vidas, a violência contra professores mina a confiança no sistema educacional, traumatiza estudantes e desencoraja os pais a mandarem os filhos à escola."

Modelo de Vida

Na nota, lida por seu porta-voz, Ban destacou que ataques contra mulheres são "hediondos", porque as professoras são consideradas modelo de vida por meninas estudantes.

O Secretário-Geral está especialmente preocupado com o aumento da violência contra professores em todo o mundo, nos últimos anos. Ele pede respeito às escolas, que devem ser lugares seguros para o aprendizado.

Ban apela também às autoridades nacionais que desdobrem os esforços para garantir mais segurança e que os responsáveis sejam levados à justiça. Para ele, a comunidade internacional precisa trabalhar em conjunto na prevenção de violações ao direito à educação.

 

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 21 DE JULHO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 21 DE JULHO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

julho 2014
S T Q Q S S D
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031