Pnuma destaca sentido de urgência para recuperar região de Ogoniland

Ouvir /

Agência da ONU chama atenção para possível alastramento da mancha de poluição caso seja adiado plano de limpeza; segundo estudo, a região nigeriana está entre as mais poluídas por petróleo do mundo.

Ogoniland, no Delta do Níger

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, Pnuma, vai abordar com as autoridades nigerianas a implementação da proposta de recuperação da região de Ogoniland nesta semana.

O enviado especial da agência, Erik Solheim, discute o assunto com funcionários governamentais e outros parceiros relevantes nas cidades de Abuja e Port Harcourt.

Urgência

O Pnuma aponta para o sentido de urgência em levar a cabo as recomendações de um estudo, realizado em Agosto 2011. A pesquisa constatou que a região está entre as mais poluídas por petróleo do mundo.

A agência destaca que, devido à elevada precipitação em Ogoniland, qualquer atraso na limpeza do derrame petrolífero pioraria os níveis atuais de contaminação. Para a agência, a chuva conduziria o petróleo por terras agrícolas e riachos que eliminaria culturas e outras plantas.

De acordo com o Avaliação Ambiental de Ogoniland, a contaminação foi  resultado de operações da indústria petrolífera, levadas a cabo na área desde a década 50.

Impacto

A avaliação, tida como a mais abrangente do género no Delta do Níger, aponta para efeitos graves com impacto negativo sobre o meio ambiente. Pela extensão da poluição, estima-se que a limpeza possa durar entre 25 a 30 anos.

O relatório apela para o estabelecimento de uma "Autoridade de Restauração Ambiental de Ogoniland ", com um financiamento inicial de US$ 1 mil milhão.

Alerta

O plano envolve, igualmente, a implementação de medidas de emergência para mitigar os danos da poluição contínua para comunidades expostas aos hidrocarbonetos.

A agência alerta para a expansão da mancha de poluição, caso seja adiada a implementação de recomendações do relatório. O Pnuma alerta que, a longo prazo, o estudo pode ficar ultrapassado e precisar de nova avaliação, que causaria novos atrasos.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 20 DE AGOSTO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 20 DE AGOSTO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

agosto 2014
S T Q Q S S D
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031