PMA precisa de mais US$ 367 milhões mensais para atender sírios até junho

Ouvir /

Agência da ONU afirmou que dinheiro será usado para atender 2,5 milhões de necessitados até dezembro; por causa da escassez de comida, preço do pão aumentou até 77%.

Entrega de alimentos do PMA na Síria. Foto: PMA

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Programa Mundial de Alimentos da ONU, PMA, anunciou que precisa de mais US$ 376 milhões, o equivalente a R$ 750 milhões, mensais para fornecer comida a 2,5 milhões de sírios necessitados até o fim do ano.

Além disso, a agência da ONU informou que precisa também de mais R$ 260 milhões para ajudar a 755 mil refugiados sírios que vivem nos países vizinhos. Esse dinheiro vai cobrir os gastos até junho.

Envio

Nesta semana, o PMA enviou 62 toneladas de alimentos para 10 mil pessoas na região nordeste do país.

A agência da ONU informou ainda que 25 caminhões levaram 578 toneladas de alimentos para diversas regiões do país. Essa quantidade é suficiente para atender às necessidades de mais de 18 mil famílias, cerca de 93 mil pessoas.

Pão

A falta de pão causou o aumento do preço do produto por toda a Síria. A alta chegou a 77% em algumas cidades.

Com a ajuda do Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, o PMA vai fornecer, nas próximas semanas, alimentos especiais para prevenir e tratar a má nutrição. O alvo principal dessa iniciativa são as crianças entre seis meses e três anos de idade.

O PMA também é responsável pela entrega de outros materiais, além de alimentos. Só neste mês de fevereiro, foram enviadas quase 50 toneladas métricas de produtos que incluem colchões e medicamentos para diversas partes do país.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 30 DE JULHO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 30 DE JULHO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

julho 2014
S T Q Q S S D
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031