No Quênia, jovens discutem degradação ambiental em evento do Pnuma

Ouvir /

Conferência Internacional da Juventude sobre Meio Ambiente foi inaugurada nesta segunda-feira em Nairóbi; dois brasileiros fazem parte da delegação de 250 participantes de todo o mundo.

Sessão de abertura da Tunza, em Nairóbi

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

Começou nesta segunda-feira, em Nairóbi, no Quênia, a Conferência Internacional da Juventude sobre o Meio Ambiente. Jovens de 100 países discutem, até sexta-feira, ações para acabar com o desperdício de comida e como as mídias sociais podem promover estilos de vida sustentáveis.

A conferência Tunza, como é conhecida, é organizada pelo Programa da ONU para o Meio Ambiente, Pnuma. Entre os 250 participantes, estão dois jovens brasileiros: Iranildo Ferreira, de Fortaleza e Pedro Marques da Cunha, do Rio de Janeiro.

Ecossistemas

Pedro, de 22 anos, falou à Rádio ONU, de Nairóbi, sobre o primeiro dia da Tunza e como foi escolhido para participar do encontro.

"Em relação à abertura, o mais interessante foi uma dança africana, em que todos os participantes, de todas as partes do mundo, fizeram juntos, foi bem legal. Vale ressaltar que o processo seletivo é aberto, eu não fui convidado, eu me inscrevi e a partir disso, fui aceito. Meu trabalho no Rio, eu tenho um projeto chamado "Viva Hoje", que promove estilos de vida sustentáveis através da mudança de percepção sobre o meio ambiente, sociedade."

Palestras e Workshops

Segundo o Pnuma, cerca de 60% dos serviços de ecossistema estão degradados, gerando impactos negativos ao acesso à água potável, comida e saneamento. Por isso, a relação entre saúde e degradação ambiental é um dos principais temas da conferência Tunza.

Os jovens que estão em Nairóbi participam de workshops, paineis e debates onde são apresentadas as últimas pesquisas sobre os impactos na saúde, consumo sustentável, empreendedorismo verde e novos objetivos internacionais que deverão substituir as Metas de Desenvolvimento do Milênio após 2015.

Povo Africano

Pedro Marques da Cunha elogia o povo de Nairóbi e fala sobre a integração entre os participantes.

"Muito boa, muito positiva, os jovens são muito positivos, principalmente os da África. Todos os africanos são muito receptivos e muito animados por estar recebendo esta conferência aqui. Está sendo sensacional, a gente está interagindo bastante, os jovens estão bem dispostos a se conhecer e a realizar trabalhos juntos."

Na cerimônia de abertura, nesta segunda, foi lançado o livro "Tunza Agindo por um Mundo Melhor: GEO-5 para a Juventude". Segundo o Pnuma, a publicação mostra projetos inovadores para o desenvolvimento sustentável, criados por jovens em todo o mundo.

Entre as iniciativas que podem ser replicadas por outras comunidades, está uma rádio comunitária "verde" nos Camarões e um projeto na Nicarágua que transforma resíduos em materiais de construção resistentes.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 30 DE OUTUBRO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 30 DE OUTUBRO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

outubro 2014
S T Q Q S S D
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031