FAO prevê aumento da produção global de cereais em 2013

Ouvir /

Após um trimestre de declínio índice de alimentos estabilizou em Janeiro; agência aponta clima como fator determinante nos preços alimentares.

Foto: Aiea

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO indica uma manutenção do preço dos alimentos em Janeiro, após um declínio verificado no trimestre anterior.

O aumento no preço das oleaginosas compensou a redução nas cotações do açúcar e dos cereais, enquanto os valores dos derivados do leite e da carne permaneceram inalterados. O índice para o período estacionou em 210 pontos.

Clima

Para este ano, a perspetiva da agência é de que aumente a produção de trigo. A estimativa é de 4% a 5% de alta nas plantações do cereal na União Europeia, onde as condições do clima têm sido favoráveis.

Já nos Estados Unidos, a seca severa que atinge as planícies do sul, torna as previsões sombrias. A FAO lembra que o clima continua a ser fator determinante no preço dos alimentos.

Revisão

O Índice da FAO é uma medida mensal das alterações dos preços internacionais dos alimentos de primeira necessidade.

Para a agência, a estabilidade do mês passado levou a uma revisão da produção de cereais, influenciada pela safra do milho na China, na América do Norte e em países da Europa. Mas ainda assim, a produção no ano passado deve ter sido 2% menor que em 2011.

*Apresentação: Eleutério Guevane.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 29 DE AGOSTO DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 29 DE AGOSTO DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

agosto 2014
S T Q Q S S D
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031