Cartas para a Síria estão sendo direcionadas para a Jordânia, diz UPU

Ouvir /

Segundo União Postal Universal, acordo foi feito para garantir uma entrega mais eficaz; em 2011, país recebeu mais de 1,6 milhão de correspondências internacionais.

Correios sírios. Foto: UPU

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

Os Correios da Síria pediram para a União Postal Universal, UPU, informar a todos os países membros da agência da ONU para direcionar cartas destinadas ao país via Amã, capital da Jordânia.

O serviço postal sírio está utilizando caminhões para recuperar as correspondências que chegam em Amã, a 175 km de Damasco, onde o material é processado e entregue aos destinatários. Cartas da Síria para outros países já transitam pela Jordânia.

Eficiência

A UPU aprovou o acordo feito entre as autoridades postais da Síria e da Jordânia, que está controlando os serviços no Aeroporto Internacional de Amã, para garantir que as cartas sejam entregues, apesar dos conflitos.

Segundo a UPU, a medida vai fazer com que a entrega de cartas e pacotes  internacionais para a Síria seja mais regular e eficaz. A agência da ONU destaca que muitas nações estavam encontrando dificuldades para enviar correspondência diretamente para o país, por conta da suspensão de vários voos para Damasco.

Volume

Em 2011, a Síria recebeu 1,6 milhão de cartas internacionais, 53 mil correspondências registradas e 22 mil itens de entrega expressa, além de 8,5 mil pacotes, de acordo com dados da UPU.

Informações sobre o volume de correspondências enviadas para a Síria no ano passado não estão disponíveis. Os Correios sírios empregam mais de 3 mil funcionários, em 600 agências pelo país.

JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 17 DE ABRIL DE 2014
JORNAL DA ONU - BRASIL (5 MIN), 17 DE ABRIL DE 2014
Loading the player ...

SIGA A RÁDIO ONU NAS REDES SOCIAIS

 

abril 2014
S T Q Q S S D
« mar    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930